menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
VIDA
SAÚDE
SAÚDE
VIDA
Postada em 17/05/2017 ás 14h13 - atualizada em 17/05/2017 ás 14h13
Alerta vermelho: brasileiro não faz atividade física
Seis em cada dez brasileiros vivem esta realidade
Alerta vermelho: brasileiro não faz atividade física

Homem sofre infarto (imagem ilustrativa)

No exato momento em que você lê esta reportagem, 130.631 pessoas morreram no Brasil entre 1º de janeiro e 17 de maio de 2017. Os números são da Sociedade Brasileira de Cardiologia. No ano passado, o número de óbitos decorrentes por problemas cardíacos foi de 349.938. Para concluir, nos últimos dez anos as doençs cardiovasculares foram as principais responsáveis por mortes em pessoas no Brasil, registra a SBC.



Dados como esses têm relação direta com outros estudos. Um deles, que ganha projeção no mundo médico, é o fato de que somente na faixa entre 15 e 17 anos, o mais de 50% dos pesquisados praticam exercícios físicos. Ou seja, têm uma vida saudável e previnem-se adequadamente para não ter doenças cardiovasculares.



Por outro lado, seis em cada dez brasileiros acima de 15 anos não praticam esporte nem nenhuma atividade física, o que significa que o País tem 100,5 milhões de sedentários. A conclusão é de um suplemento da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2015, que pela primeira vez levantou dados sobre o assunto. 



Minoria- Os números mostram que apenas 37,9% da população de mais de 15 anos tem algum tipo de hábito desportivo. O porcentual chega a 42,7% entre homens e fica em 33,4% entre mulheres. A faixa etária mais ativa é a de 15-17 anos (53,6% responderam que se engajam em alguma atividade). As regiões menos sedentárias são o Centro-Oeste (41,1%) e o Sul (40,8%). 



O modo de vida do brasileiro tem direta relação com os estudos apresentados pelos especialistas. Por exemplo, o esporte. De todas as modalidades, o mais praticado é o futebol (39,3%), seguido da caminhada (24,6%). Já os sedentários deram justificativas como a falta de tempo (38 2% dos pesquisados), não gostarem de exercícios (35%) e terem problemas de saúde impeditivos ou idade avançada (19%). 



Para encerrar esta reportagem, agora que você está nas últimas linhas, fique atento: o “cardiômetro” da Sociedade Brasileira de Cardiologia constata que até este momento, 14h12 do dia 17, 566 morreram de problemas cardíacos. Certamente, tinham vida sedentária e fumavam.




leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Você é a favor do UBER em Sete Lagoas?

Sim
1421 votos - 82.3%

Não
256 votos - 14.8%

Não sei
22 votos - 1.3%

Não tenho opinião formada
15 votos - 0.9%

Talvez
13 votos - 0.8%

facebook
twitter
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados