menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
PASTORAL
SAÚDE
SAÚDE
PASTORAL
Postada em 22/05/2017 ás 08h51 - atualizada em 22/05/2017 ás 08h51
Paróquia Nossa Senhora do Carmo realiza reunião para reativação da Pastoral da Criança
O importante organismo de ação social alicerça sua atuação na organização da comunidade e na capacitação de líderes voluntários
Paróquia Nossa Senhora do Carmo realiza reunião para reativação da Pastoral da Criança

Padre Gislei Marques e leigos na reunião da Pastoral da Criança (Foto José Geraldo Barbosa)

A Paróquia Nossa Senhora do Carmo realizou dia 17 último (quarta-feira), às 19h30min, no Salão Paroquial, reunião para reativação da “Pastoral da Criança”. Além do pároco, padre Gislei Marques, estiveram presentes a coordenadora Diocesana da “Pastoral”, Maria Beatriz Borges e outras pessoas que poderão fazer parte da equipe. A “Pastoral da Criança” foi fundada em 1983, na cidade de Florestópolis, Paraná, pela médica sanitarista e pediatra, Dra. Zilda Arns Neumann e pelo então arcebispo de Londrina, hoje cardeal emérito, Dom Geraldo Majella Agnelo. A “Pastoral” hoje se faz presente em todos os estados brasileiros e em outros 11 países da África, Ásia, América Latina e Caribe.



A “Pastoral da Criança”, organismo de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), alicerça sua atuação na organização da comunidade e na capacitação de líderes voluntários que ali vivem e assumem a tarefa de orientar e acompanhar as famílias vizinhas em ações básicas de saúde, educação, nutrição e cidadania tendo como objetivo o "desenvolvimento integral das crianças, promovendo, em função delas, também suas famílias e comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político" (Artigo 2º do Estatuto).





A missão da “Pastoral da Criança” é promover o desenvolvimento das crianças à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, do ventre materno aos seis anos, por meio de orientações básicas de saúde, nutrição, educação e cidadania, fundamentadas na mística cristã que une fé e vida, contribuindo para que suas famílias e comunidades realizem sua própria transformação. “Para que todas as crianças tenham vida em abundância” (Cf. Jo 10, 10).



No início da reunião, padre Gislei fez a leitura do trecho do Evangelho de Mateus 18, 1-5 que narra o momento em que os discípulos perguntaram “Quem é o maior no Reino do Céu?” Então, “Jesus chamou uma criança, colocou-a no meio deles e disse: ‘Eu lhes garanto que se vocês não se converterem e não se tornarem como crianças, vocês nunca entrarão no Reino do Céu”. Padre Gislei disse que pensou nesse trecho de Mateus, “porque esse é o motivo que deve marcar a caminhada da Pastoral da Criança”. E completou: “Quem quiser ser grande no Reino de Deus tem que se tornar servidor, ser como criança. É nossa missão acolher e servir aos pequenos. Quando acolhemos uma criança, acolhemos o próprio Cristo.”



José Geraldo Soares Barbosa – Jornalista




leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Você é a favor do UBER em Sete Lagoas?

Sim
1498 votos - 82.4%

Não
262 votos - 14.4%

Não sei
26 votos - 1.4%

Não tenho opinião formada
16 votos - 0.9%

Talvez
15 votos - 0.8%

facebook
twitter
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados