menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
LEONE MACIEL
POLÍTICA
POLÍTICA
LEONE MACIEL
Postada em 24/05/2017 ás 11h13 - atualizada em 24/05/2017 ás 11h28
Veja a carreira política de Leone Maciel, que hoje completa 67 anos
De professor a advogado, do MDB ao PMDB, ele é o atual prefeito de Sete Lagoas
Veja a carreira política de Leone Maciel,  que hoje completa  67 anos

Leone Maciel (Arquivo de família)

Leone Maciel Fonseca completa hoje 67 anos de idade, aos 24 de maio de 2017. Ele nasceu em Papagaios, mas foi em Sete Lagoas que fez sua trajetória como professor, diretor de escola, fazendeiro, empresário, advogado, vereador, presidente da Câmara Municipal, vice-prefeito, prefeito, candidato a deputado federal e prefeito para o mandato 2017/2020.



Nos anos 1970, assumiu pela primeira vez a cadeira de vereador em Sete Lagoas. Foi o parlamentar que mais exerceu a Presidência da Casa Legislativa, tanto na década de 70 – quando já era do MDB, partido contrário à ditadura militar, representado na política pela Arena – quanto nos anos 80 e 90. Presidiu os trabalhos que  resultaram na promulgação da Lei Orgânica Municipal, cujo relator – já falecido – era o vereador Ovídio Amorim (PSDB).



Com Tancredo Neves em Minas, cujo partido, o PP , posteriormente se fundiu com o PMDB de Ulisses Guimarães, Leone Maciel cerrou fileiras com antigos companheiros do Movimento Democrático Brasileiro, o MDB.





Em 1989, deixou o então PMDB para acompanhar lideranças peemedebistas  mineiros como o senador Itamar Franco para o recém-criado PRN (Partido da Reconstrução Nacional), legenda que lançaria o candidato Fernando Collor de Melo à Presidência da República no primeiro pleito direto desde o fim da ditadura militar (1964-1985). Com o que Collor de Melo representou, Leone Maciel retornou ao seu velho partido, o PMDB, de onde apoiaria, anos mais tarde, aliados de primeira hora e até o chamado campo da esquerda, como a então candidata Dilma Rousseff à Presidência da República pela primeira vez (2011) e Fernando Pimentel ao Senado Federal. Nesta oportunidade, foi candidato a deputado federal. Conseguiu bom desempenho, mas não obteve a eleição devido ao coeficiente partidário.



Foi vice-prefeito de Sete Lagoas e no período de 2004 a 2006. O prefeito, acuado por uma CPI, foi destituído do cargo, fato inédito na História política de Sete Lagoas, o ex-vereador e ex-deputado estadual Ronaldo Canabrava. Leone Maciel exerceu o cargo de prefeito de Sete Lagoas entre 2006 e 2008. Político habilidoso, soube dialogar com o Governo Federal  e trouxe para Sete Lagoas inúmeras obras e assinou convênios, todos eles relativos ao PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).





Na eleição de 2016, foi consagrado nas urnas. Eleito prefeito de Sete Lagoas com 48,85% dos votos válidos, venceu os candidatos Emílio de Vasconcelos Costa (PSB) e o então prefeito Márcio Reinaldo Dias Moreira (PP), que tentava a reeleição.



Leone Maciel assumiu a Prefeitura de Sete Lagoas em 1º de janeiro de 2017 com heranças amargas. Só de folhas de pagamento atrasadas com o funcionalismo, tinha pela frente o compromisso de quitar os meses de outubro, novembro e dezembro de 2016, além do 13º salário. Nesta próxima sexta-feira, acabará de quitar todos os débitos recebidos de seu sucessor, além de manter em dia o pagamento dos funcionários e voltar a pagá-los todo dia 28 de cada mês, uma tradição no Município de Sete Lagoas.





Com a experiência de advogado formado pela então Fundação Educacional Monsenhor Messias (FEMM) , hoje Unifemm, Leone Maciel inovou e hoje na Câmara Municipal não tem a figura do líder do Governo, algo que não se via desde a redemocratização do país. Em compensação, em todos os eventos recebe a totalidade dos vereadores.



Hoje, completa 67 anos de idade e tem como aliados um veterano na política, seu vice Duílio de Castro e o jovem deputado estadual Douglas Melo (PMDB), eleito com 55 mil votos para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Entre todas as pessoas de sua confiança, está a primeira-dama e atual secretária particular e assuntos especiais Cristiane Alves Teixeira Maciel, além de secretários que o assessoraram no primeiro mandato.



Da Redação, por Caio Pacheco




leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Você é a favor o fim do horário de verão?

Sim
789 votos - 68.9%

Não
356 votos - 31.1%

facebook
twitter
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados