menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
CACHOEIRA DA PRATA
CULTURA
CULTURA
CACHOEIRA DA PRATA
Postada em 29/05/2017 ás 05h24 - atualizada em 29/05/2017 ás 05h24
Artista plástica de Cachoeira da Prata manifesta gratidão pelo apoio recebido e trabalho desenvolvido
Leha Sathler sonha aprofundar estudos de pintura na França
Artista plástica de Cachoeira da Prata manifesta gratidão pelo apoio recebido e trabalho desenvolvido

Uma artista plástica de muita inteligência e grande conhecimento da pintura e de artistas históricos. Essa é Leha Sathler, residente no Bairro São Judas Tadeu em Cachoeira da Prata-MG. Trata-se de uma maravilhosa artista que se define como autodidata e sonha aprofundar estudos de pintura na França. Ela sente imensamente agradecida pelo apoio que sempre recebeu do povo de Cachoeira da Prata e Sete Lagoas, o que já manifestou em vídeo divulgado por ela no youtube. “O meu trabalho foi todo desenvolvido por mim mesma. Fui vendo a vida de outros pintores, acompanhando e sentindo aqueles que eram mais interessantes para mim”, declara.





Leha Sathler conta que é artista plástica desde criança e menciona sua mãe, Geralda Vicentina, como a precursora que lhe incentivou junto ao pai Júlio Silva, abrindo-lhes as portas para o mundo da arte. “Meu trabalho é vocacionado para pintura em tela mais acadêmica. Hoje estou estudando a pintura “secrets of portrait painting” (segredos de retratos), a pintura renascentista, pintura celta, outros gêneros e a pintura contemporânea que são as que temos hoje em termos de surrealismo, ou seja, aquela em que temos a liberdade de expressar através da arte, aquilo que vem na cabeça”, revela.



Segundo a artista Leha, a pintura contemporânea ganhou muito espaço hoje, mas temos alguns traços da pintura realista e renascentista que ainda é muito importante para pessoas que buscam um retrato com mais perfeição, com mais delicadeza e sutileza e até mesmo um trabalho de retrato. “Por exemplo, ao assistir uma ópera você consegue captar ali várias emoções. Tenho minha linha própria contemporânea de fazer o meu trabalho, mas também tenho aquela linha renascentista.”, ressalta.





A artista plástica fala sobre a influência da literatura em seu trabalho, tendo refletido o “movimento da arte”, a “arte moderna na Europa”, a disputa dos pintores renascentistas que estavam tendo dificuldade de aceitar outras artes e cita como exemplo, Pablo Picasso, Monet e van Gogh. “Contudo, hoje procuro uma maior ênfase naquilo que eu estou criando!”, finaliza.


FONTE: Da redação
leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Qual show você gostaria de ver na 51ª Exposete?

Wesley Safadão
1434 votos - 24.7%

Outro
1118 votos - 19.2%

Marília Mendonça
1069 votos - 18.4%

Jorge e Matheus
833 votos - 14.3%

Simone e Simaria
508 votos - 8.7%

Cabaré (Leonardo e Eduardo Costa)
442 votos - 7.6%

Gustavo Lima
412 votos - 7.1%

facebook
twitter
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados