menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
MANÍACO
POLÍCIA
POLÍCIA
MANÍACO
Postada em 10/06/2017 ás 09h12 - atualizada em 12/06/2017 ás 09h53
EXCLUSIVO: Novas denúncias contra o maníaco sexual em Sete Lagoas
Vítimas relatam cenas de masturbação em diferentes regiões da cidade
EXCLUSIVO:  Novas denúncias contra o maníaco sexual em Sete Lagoas

Lagoa da Boa Vista, um dos lugares onde o maníaco apareceu a uma mulher

Desde sexta-feira (9) o Megacidade.com tem publicado reportagem exclusiva sobre um fato que lamentavelmente está ocorrendo em Sete Lagoas. Um homem pede a  diferentes mulheres informações sobre onde fica o Hospital Nossa Senhora das Graças e, repentinamente, começa a se masturbar na frente às vítimas. O número de denúncias está aumentando. Agora são seis relatos. Apenas entre o final da tarde de sexta e agora na manhã de sábado (10).



O maníaco é um homem claro, gordo, com barba escura, sempre está de carro, supostamente um Kia Sportage da cor vermelha. Sua idade oscila entre os 23 e 30 anos, de acordo com descrições das vítimas.



O primeiro caso – Ocorreu em frente à Escola Estadual Dr. Arthur Bernardes, quando uma mulher foi abordada por ele, que pediu à moça informações sobre como chegar ao Hospital Nossa Senhora das Graças. Enquanto a mulher explicava, ele   começou a se masturbar. Chocada, a vítima postou o lamentável acontecimento em redes sociais para alertar a população e, em especial, as mulheres.



Os outros casos foram denunciados por mulheres em diferentes regiões de Sete Lagoas: orla a Lagoa Paulino, orla da Lagoa da Boa Vista, nas proximidades da funerária Pax de Minas e do Santuário da Adoração e na rua Olavo Bilac, próximo ao Supermercado Santo Antônio.



Os relatos são dramáticos. “Aconteceu a mesma coisa comigo”, lamentou a mulher em contato com a reportagem.” Ele estava em um carro de mesmo modelo, na cor vermelho e me perguntou a mesma coisa. A descrição dele é  a mesma. Claro, gordo com barba”, completou a segunda vítima.                     



“Eu estava nas proximidades do campo gramado no bairro Boa Vista. Estava dando a informação quando vi que o mesmo estava com a parte íntima à mostra. Foi quando saí correndo  e nem sei como consegui atravessar a rua em meio a tantos carros”, relata. Para ela, o homem aparenta ter “uns 23 a 25 anos.”



Outra  vítima apareceu  pouco depois da publicação da notícia. O fato aconteceu na orla da Lagoa Paulino



Mais uma mulher reconheceu o caso e entrou em contato com o Megacidade.com. “ O mesmo ( rapaz )fez isso comigo no dia 1º de maio deste ano. Eu estava indo para o banco Caixa no Centro e na rua perto do Santuário ele me abordou com a mesma informação, como que chegava no Hospital Nossa Senhora das Graças e quando vi estava masturbando com a mesma características e no mesmo carro. É um homem gordo, claro e com barba.”



O trauma ficou. “Eu não me esqueço dele”, diz, com tristeza.



O quarto caso registrado ocorreu  rua Olavo Bilac,  próximo ao supermercado Santo Antônio. A vítima M. relata que foi abordada por um homem com as mesmas características e o veículo também, e a pergunta foi a mesma: sobre onde era o hospital. Em seguida, ele começou a se masturbar.



Neste sábado (10), duas novas denúncias. Confira.



“Vi a reportagem sobre maníaco sexual”, inicia outra pessoa. “Ele atacou minha colega de serviço, que não quis denunciar pois ficou muita envergonhada e um pouco traumatizada, por ter pouco tempo que ela havia deixado a filha dela na creche e por questão de uns três minutos a filha dela presenciaria a cena também”, completa.



 “Nós do serviço incentivamos muito ela a denunciar. Como ela não quis, a gente também não forçou ela a ir. Mas fizemos umas pesquisas e acho que descobrimos quem é. No dia do acontecido, minha colega disse que ele estava com uma  blusa preta, óculos escuros, um carro preto que ela não soube identificar o modelo.” Segundo o relato desta pessoa, o rapaz usava o uniforme de uma empresa. Fizeram contato. A roupa escura não é usada pela firma. Por cautela, evitamos citar o nome da empresa, até que haja apuração desse fato.



O caso mais recente guarda semelhanças com os demais. “infelizmente também aconteceu comigo no Boa Vista, na rua Arthur Queiroga. Ele  perguntou onde ficava uma escola que nem me recordo o nome e quando olhei ele já estava se tocando, muito constrangedor. Ccontei ao meu esposo, mas infelizmente não anotei a  placa, só pensei sair dali o mais rápido possível. A Polícia tem que pegar logo esse maníaco. Revoltante!!!!!”, desabafa.






leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Você é a favor do UBER em Sete Lagoas?

Sim
871 votos - 78.3%

Não
213 votos - 19.1%

Não sei
14 votos - 1.3%

Talvez
11 votos - 1.0%

Não tenho opinião formada
4 votos - 0.4%

facebook
twitter
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados