menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
CAETANÓPOLIS
ENTRETENIMENTO
ENTRETENIMENTO
CAETANÓPOLIS
Postada em 03/08/2017 ás 14h30 - atualizada em 03/08/2017 ás 14h30
“12º Festival Cultural Clara Nunes” apresenta Chico Lobo com o Show “Viola de Mutirão do Sertão ao Mundo” no próximo sábado em Caetanópolis
Chico Lobo, um dos maiores violeiros do Brasil, canta as folias, os congados, as catiras, as modas e demais ritmos que destacam as raízes de Minas
“12º Festival Cultural Clara Nunes” apresenta Chico Lobo com o Show “Viola de Mutirão do Sertão ao Mundo” no próximo sábado em Caetanópolis

Uma das atrações do “12º Festival Cultural Clara Nunes” (de 29 de julho a 13 de agosto) é o violeiro Chico Lobo, um dos maiores do Brasil, que se apresenta no próximo sábado (5), a partir das 19h30min, na Praça Antonino Pinto Mascarenhas, em Caetanópolis-MG. Chico Lobo tem mais de 30 anos dedicados à viola caipira (10 cordas). É apontado pela crítica como um dos mais ativos e efetivos violeiros no processo de valorização e divulgação deste instrumento típico, no cenário nacional e internacional. Nascido em São João del-Rei, é um artista carismático que toca viola desde os 14 anos. Além de ser arranjador, produtor, diretor musical, apresentador de TV e rádio, colunista e escritor, tem orgulho de ser compositor cantador-caipira.



Desde 1996 já lançou mais de 20 Cds, entre obras de carreira, parcerias e coletâneas. Dois DVDs, o 1º “Viola Popular Brasileira”, com participações de seu pai, o seresteiro Sr. Aldo Lobo, Pena Branca e Xangai, lançado em 2005 foi pioneiro em seu gênero artístico e é uma síntese da sua carreira, até aquele ano. Já o 2º “De Minas ao Alentejo”, lançado em setembro de 2013 (documentário e show) é uma coprodução Brasil/Portugal inédita, que mais do que valorizar a origem da viola caipira de Chico Lobo e da viola campaniça do violeiro português Pedro Mestre, intensifica a união de dois povos.



Chico Lobo domina o palco com presença e comunicação ímpares, além de cantar de viola na mão, as folias, os congados, as catiras, as modas e demais ritmos que enfocam suas raízes, sempre de modo muito envolvente. Já se apresentou em importantes palcos nacionais e internacionais como Itália, Canadá, Chile, Bogotá e China – onde representou o Brasil em 11 shows na Expo Xangai 2010, entre os quais, um para a Unesco.



Em janeiro de 2015, sua composição “Criação” foi incluída no espetáculo “Abraçar e Agradecer” que celebra os “50 anos de carreira de Maria Bethânia”. Em 2013 fundou em sua cidade natal, o Instituto Sociocultural Chico Lobo, que atende duas escolas da zona rural com aulas de violas. Esta é a realização de um desejo antigo que alegra o coração de Chico Lobo, com o objetivo de ajudar o público a compreender, encantar e preservar o que há de mais autêntico na cultura regional brasileira.




FONTE: Da redação
leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Você é a favor o fim do horário de verão?

Sim
1217 votos - 69.9%

Não
524 votos - 30.1%

facebook
publicidade
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados