menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
ARTE
ENTRETENIMENTO
ENTRETENIMENTO
ARTE
Postada em 06/09/2017 ás 09h59 - atualizada em 06/09/2017 ás 09h59
Expressar conquista segundo lugar no maior festival de dança do mundo
Meninas de oito a dez anos competiram em Joinville, no Estado de Santa Catarina
Expressar conquista segundo lugar no maior festival de dança do mundo

Expressar marca mais um grande momento em sua trajetória artística (Fotos Ascom Expressar)

O Expressar Dança e Pilates, principal grupo de dança de Sete Lagoas e região, conquistou o segundo lugar na categoria Meia Ponta – crianças de 8 a 10 anos – no maior concurso de dança do planeta. O 35º Festival de Dança de Joinville recebeu as dançarinas do grupo que disputou com a coreografia “De cair o queixo”, assinada por Jane Paulino e Alan Keller.





“Esta coreografia foi montada inicialmente para o grupo avançado e foi muito premiada. Depois, remontamos para crianças e tivemos a grande felicidade de ter sido premiada em Joinville”, comemora Jane Paulino, coreógrafa e diretora do Expressar. Em 32 anos de existência, é a primeira vez que o grupo sete-lagoano é selecionado na categoria Meia Ponta, em que participam somente crianças.





Segundo Jane, Joinville é um marco para quem gosta de dança. “Fiquei muito emocionada em poder levar crianças para o festival. Foi uma semente plantada bem cedo nelas. Elas respiraram dança do momento em que acordarem até a hora de dormir”, ressalta. A disputa foi acirrada, já que o Expressar concorreu com 35 escolas do Brasil na fase de seleção.



A coreografia “A Receita do Samba” também foi selecionada para participar do Festival de Joinville. Pela segunda vez consecutiva, o grupo juvenil do Expressar, com bailarinos acima de 13 anos, foi selecionado para os palcos abertos. “Eu vivi uma experiência única. No festival ficamos rodeados por dança o tempo inteiro. Tive a oportunidade de conhecer novos estilos de dança e ter um encontro com pessoas e culturas diferentes”, diz Jéssica Araújo Dumont, de 17 anos, bailarina do Expressar há quatro.



Mantido com o apoio de patrocinadores e promovido pelo Instituto Festival de Dança de Joinville, o evento reuniu mais de seis mil participantes diretos e atraiu público superior a 200 mil pessoas em uma média de 170 horas de espetáculos. Por todos esses números, o festival é considerado, segundo o Guinness Book, o Maior Festival de Dança do Mundo. A edição 2017 foi realizada no mês de julho.



O FESTIVAL



O 35º Festival de Dança de Joinville foi realizado entre os dias 18 e 29 de julho. É considerado o maior evento de dança do mundo pelo livro dos recordes. Em quase quinze dias de evento, o festival agita a cidade catarinense, aquecendo a economia, alavancando o turismo e propagando a arte do movimento. A seleção foi conduzida pela curadoria artística formada pelas especialistas em dança Ana Botafogo, Mônica Mion e Thereza Rocha. Os números do festival revelam sua grandeza.



No total, foram 256 coreografias para as noites e tardes competitivas e 1.498 para os Palcos Abertos distribuídas nos diferentes gêneros. Para a Mostra Competitiva, que ocorreu no palco principal do Centreventos Cau Hansen, foram 212 trabalhos de 11 estados brasileiros e um do Distrito Federal. Uma coreografia do Paraguai também esteve entre as aprovadas totalizando 133 grupos selecionados. No Meia Ponta, foram 44 coreografias de 36 grupos, de oito estados brasileiros. Mais uma vez, o Festival teve número recorde de inscrições em 2017 com 3.226 coreografias, 6,8% a mais do que no ano anterior.



Ascom Expressar




leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Você é a favor o fim do horário de verão?

Sim
1293 votos - 69.9%

Não
556 votos - 30.1%

facebook
publicidade
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados