menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
ESTELIONATO
EDUCAÇÃO
EDUCAÇÃO
ESTELIONATO
Postada em 06/11/2017 ás 14h21 - atualizada em 06/11/2017 ás 14h21
Irmãos são detidos ao tentar fraudar provas do Enem em Montes Claros
A suspeita é que houve troca de provas
Irmãos são detidos ao tentar fraudar provas do Enem em Montes Claros

Inep eliminou os candidatos suspeitos de fraude

Dois irmãos inscritos na edição 2017 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram eliminados e conduzidos para a sede da Polícia Federal em Montes Claros, no Norte de Minas. A dupla é suspeita de tentar fraudar o exame e estelionato.



Segundo a Polícia Militar, os homens realizavam a prova na mesma sala de aula, na Escola Estadual Felício Pereira de Araújo, no bairro Sumaré. A fraude ocorreu no momento em que o irmão, de 21 anos, pediu permissão ao aplicador para ir ao banheiro. Neste momento, o outro rapaz, de 18, teria aproveitado da distração dos examinadores para trocar as provas. 



A ação foi flagrada por um estudante, que comunicou a fraude ao fiscal. Após o crime, a coordenação regional do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e a PM foram acionadas.



Para a coordenação regional do Enem, o irmão mais novo disse que é estudante de medicina em faculdade privada e que teria feito a inscrição para o Enem na tentativa de ingressar em uma instituição pública.



Os irmãos tiveram as provas recolhidas, foram eliminados do Enem 2017 e levados para a PF. “No primeiro momento ele disse que a prova havia caído e apenas teria pegado o caderno de exames no chão e, sem querer, teria trocado as provas. Depois o estudante acabou confessado a troca para ajudar o irmão”, contou o delegado Marcelo Eduardo Freitas.



Ainda de acordo com o investigador, os irmãos prestaram depoimento e foram liberados. Eles podem responder pelos crimes de fraude em certame em curso superior e estelionato. Juntas, as penas podem chegar até 9 anos de prisão. “Iremos concluir o inquérito e encaminhar ao Ministério Público Federal (MPF) para medidas cabíveis”, completa.



Os candidatos, segundo o Inep, foram eliminados.




leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Você é a favor o fim do horário de verão?

Sim
1537 votos - 70.1%

Não
655 votos - 29.9%

facebook
publicidade
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados