menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
FINANÇAS
ECONOMIA
ECONOMIA
FINANÇAS
Postada em 07/11/2017 ás 16h03 - atualizada em 07/11/2017 ás 16h03
Saiba o que o consumidor deve saber antes de ir a um feirão para renegociar dívidas
São 60,5 milhões de inadimplentes no país, sendo que 29,6% do total dos débitos em aberto são com bancos e de cartão de crédito, conhecido por ter os juros mais altos
Saiba o que o consumidor deve saber antes de ir a um feirão para renegociar dívidas

Planejar para colocar as finanças em equilíbrio (imagem ilustrativa)

De olho no dinheiro do freguês, o comércio está interessado em tirar o consumidor do vermelho para encerrar o ano no azul. Dessa forma funcionam os feirões para limpar o nome de quem está inadimplente e dar a ele crédito para as compras de Natal. Uma forma de aquecer a economia.



O que não é ruim segundo o coordenador do Procon Assembleia de Minas, Marcelo Barbosa, mas o consumidor deve ficar atento para aproveitar os descontos, se livrar das dívidas e não entrar em outras. "Os feirões só aparecem nesta época do ano, simplesmente para alavancar o comércio. É uma oportunidade dele (o consumidor) ir lá e acertar seu orçamento; mas é também uma grande armadilha", afirma Barbosa.



Durante todo o mês de novembro, está sendo realizado o Feirão Limpa Nome da Serasa Experian, que permite a renegociação pela internet com os credores de qualquer lugar e de forma gratuita. Estão participando empresas de vários segmentos como bancos e financeiras, cartões de crédito, telefonia, lojas e recuperadoras de crédito, oferecendo descontos  e renegociando prazos. “Este ano decidimos por realizar o feirão 100% online para ampliar a oportunidade e ajudar o maior número de consumidores em todo o Brasil. Estamos na época de recebimento do 13º salário, e quem possui benefício, é recomendável que priorize o pagamento da dívida com este recurso”, diz diretor de estratégia e gestão Serasa, Raphael Salmi. 



Dicas para o consumidor



Levantamento da Serasa Experian aponta 60,5 milhões de inadimplentes no país, sendo que 29,6% do total dos débitos em aberto são com bancos e de cartão de crédito, conhecido por ter os juros mais altos.



O coordenador do Procon Assembleia alerta que cada parcela de uma dívida em atraso não deve ter mais do que juros 2% de multa de mora, 1% de juros mais correção monetária. Taxas considerados atrativas devem estar perto desse patamar, segundo ele.  Se o credor não oferece isso, a dica é fazer um empréstimo com juros mais baixos para pagar uma dívida com taxas maiores.



Outro ponto é que o consumidor deve dividir o salário em três partes, sendo que até 1/3 dos rendimentos líquidos pode estar comprometido com dívidas; 1/3 com contas como água, luz e telefone; e 1/3 deve ser guardado.



Diante dessas duas informações, o inadimplente deve sentar e colocar todas as dívidas na ponta do lápis para que a renegociação caiba dentro do orçamento. "Tem que ter consciência. Comprometa-se com o feirão naquilo que não vai te comprometer no pagamento da dívida", afirma Barbosa.



E como última dica, o consumidor deve ter em mente os gastos futuros e os gastos extras dessa época do ano como Natal, férias, impostos e escola dos filhos. "Tem que ter planejamento para não se endividar mais, esquecer de viagem, assumir que não pode viajar, assumir que não tem presente de Natal, é postura, mudança de hábito mesmo", conclui o coordenador do Procon Assembleia.



Como fazer o cadastro no Feirão da Serasa



Ao se cadastrar pelo site da Serasa o consumidor será direcionado a uma página na qual estão listadas as dívidas que constam na base de dados da Serasa e que podem ser negociadas com as empresas participantes. Também serão apresentados os canais de atendimento (telefones, e-mail, chat) disponibilizados por cada credor. 



Segundo a Serasa, o site é desenvolvido em ambiente protegido, o que garante a proteção aos dados do consumidor. Assim, quem não tiver internet em casa, pode usar qualquer computador, celular ou tablet para negociar. 






leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Você é a favor o fim do horário de verão?

Sim
1533 votos - 70.1%

Não
655 votos - 29.9%

facebook
publicidade
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados