menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
SALA DE LEITURA
CULTURA
CULTURA
SALA DE LEITURA
Postada em 15/11/2017 ás 12h46 - atualizada em 15/11/2017 ás 12h46
Lançamento do “Projeto Sala de Leitura” teve grande participação na Paróquia Nossa Senhora das Graças
Objetivo do projeto é “gerar transformações” para o bem das pessoas de maneira geral
Lançamento do “Projeto Sala de Leitura” teve grande participação na Paróquia Nossa Senhora das Graças

O “Projeto Sala de Leitura” foi lançado nesta terça-feira (14), às 19h30min, no Salão da Paróquia Nossa Senhora das Graças. O “Projeto Sala de Leitura” tem o objetivo de “gerar transformações” para o bem das pessoas de maneira geral.





O evento contou com palestra sobre “A Importância do Voluntariado”, proferida por Washington Luiz Barbosa, psicólogo, especialista em Psicologia Organizacional pela PUC Minas. Ele também é MBA em Gestão Estratégica de Marketing pela Fundação João Pinheiro e MBA em Gestão de Negócios pela UFMG, dentre outras especialidade e atuações. Washington é do “Grupo de Voluntariado Empresarial Cemig”.





O secretário municipal de Educação, Gutemberg Silva e o presidente da Câmara Municipal, Caramelo, também participaram do evento. A “Orquestra Jovem de Sete Lagoas” também fez belíssima apresentação na abertura do lançamento do “Projeto Sala de Leitura”.





No início, a pós-graduada em Designer pela Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Sílvia Letícia falou do trabalho da Sala de Leitura na Maternidade do Hospital Nossa Senhora das Graças. “É possível mobilizarmos. Se cada um fizer um pouquinho o projeto se torna possível. Tem tudo para dar certo e espero que vocês façam bom proveito da ‘Sala de Leitura’ na Paróquia Nossa Senhora das Graças”, desejou.





Já o pároco padre Warlem Dias ressaltou: “É tempo de germinar, de plantar. A sala de leitura é desenvolvida dentro do ‘Programa Neurolinguístico’. É um agente transformador de vidas e podemos ser sociotransformadores.”





Em sua palestra, Washington Barbosa questionou: “O que você faz para ser feliz? Vamos pensar nisso!” Segundo ele, a história do Voluntariado no país começa no tempo do Brasil Colônia. “Depois veio o Estado Novo, em 1980 a ideia de redução da pobreza, sendo que em 2000 a Organização das Nações Unidas (ONU) lançou os objetivos de desenvolvimento do milênio. O norte era ‘Nós Podemos’. Depois ela lançou os Objetivos Globais para o Desenvolvimento Sustentável (ODS). A palavra mais falada por padre Warlem é transformação. Sílvia pararia na primeira dificuldade no Hospital Nossa Senhora das Graças no caminho do objetivo da Sala de Leitura? A ONU falou: nós podemos, mas sozinhos não somos ninguém. ‘Eu creio num mundo melhor’ - essa foi a motivação que nos trouxe. Vamos sair com outra motivação: Eu crio um mundo melhor!”, conclamou.





Da Redação




leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Você é a favor o fim do horário de verão?

Sim
1537 votos - 70.1%

Não
656 votos - 29.9%

facebook
publicidade
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados