menu
Sete Lagoas - MG | Whatsapp: 31 996167463
Mega Cidade
Sete Lagoas - MG
INHAÚMA
CIDADES
CIDADES
INHAÚMA
Postada em 24/11/2017 ás 16h30 - atualizada em 24/11/2017 ás 16h42
Secretária de Saúde de Inhaúma confirma falta de medicamentos e transporte de pacientes junto com roupas hospitalares sujas
Luciana Reis afirma que falta de medicamentos na cidade é culpa do Governo do Estado
Secretária de Saúde de Inhaúma confirma falta de medicamentos e transporte de pacientes junto com roupas hospitalares sujas

Secretária de Saúde Luciana Reis

A reunião Ordinária da Câmara de vereadores de Inhaúma desta quinta-feira (23) teve a presença das secretárias Mariana Maciel da Fazenda e Luciana Reis Saúde que foram convocadas através do requerimento n°49 feito pelo Presidente do Legislativo Rogério Angelino da Silva.  A convocação se fez após a prefeitura não ter respondido uma solicitação do Presidente da Câmara Rogério Angelino.





A primeira fala foi da Secretária da Fazenda Mariana Maciel, segundo ela, a falta de transição no início do ano fez com que empenhos da administração passada ficassem pendentes prejudicando a prestação de contas do município. Adriana disse ainda, que já está disponível na internet o Portal da Transparência do município com dados sobre as prestações de contas.





Na oportunidade, a vereadora Patrícia Ribeiro disse que a prefeitura recebeu cerca de R$389 mil reais referentes á repatriação, R$ 850 de ITBI, R$ 264 para a saúde e mesmo assim a prefeitura de Inhaúma não conseguiu fazer uma obra de grande relevância na cidade, continua devendo fornecedores e faltando medicamentos na cidade.

Em resposta, a secretária Adriana Aparecida disse que todo o dinheiro dos repasses foram gastos em infra-estruturas da cidade, pagamentos de fornecedores e pagamentos de salários.

Saúde

A Secretária de Saúde de Inhaúma Luciana dos Reis também foi convocada e fez o uso da palavra do plenário da Câmara, Durante sua participação, Luciana apresentou para os vereadores, dados de prestação de contas do primeiro e segundo quadrimestre de 2017, foram citados os atendimentos básicos, especializados e exames médicos que ultrapassaram 15 mil atendimentos durantes o período. 

A coordenadora dos ESFs do município Paloma, também apresentou vários projetos implantados da cidade que estão contribuindo para a saúde dos munícipes na cidade e zonas rurais.

Ao ser perguntada por que o hospital da cidade não foi reformado, Luciana Reis disse que por força de convenio com o Governo do Estado, o município não pode investir na unidade.

Durante sua fala, a Secretária de Saúde Luciana Reis confirmou a falta de medicamentos na cidade, ela disse ainda que o Governo de Minas não vem repassando os medicamentos para o município. 

Sobre a situação das roupas hospitalares do município, Luciana Reis confirmou o transporte de pacientes junto á roupas hospitalares sujas. Segundo a secretária o fato já foi solucionado, as roupas hospitalares agora estão sendo transportadas de forma adequada para uma lavanderia especializada em Belo Horizonte, municípios vizinhos estão fazendo o mesmo e o transporte acontece todo sábado.





No final da reunião, o presidente da Câmara Rogério Angelino agradeceu as secretárias pela presença e disse que a convocação foi a última alternativa, já seu pedido não foi atendido pela administração. Rogério Angelino defende o diálogo entre o Executivo e Legislativo para que sejam evitadas mais convocações.





 






FONTE: Da redação
leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Enquete
Você é a favor o fim do horário de verão?

Sim
1560 votos - 70.2%

Não
661 votos - 29.8%

facebook
publicidade
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados