Quinta, 16 de Julho de 2020
31 99616-7463
Cidades Coronavírus

Detento de 77 anos do Ceresp Gameleira morre com a Covid-19

Idoso cumpria prisão temporária e não tinha outras doenças associadas ao coronavírus

30/06/2020 09h35
Por: Redação Fonte: O Tempo
Homem estava no Ceresp desde o último dia 9 Foto: Uarlen Valério
Homem estava no Ceresp desde o último dia 9 Foto: Uarlen Valério

Um detento de 77 anos do Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) Gameleira, na região Oeste de Belo Horizonte, morreu vítima do novo coronavírus (Covid-19). A informação foi confirmada, nesta terça-feira (30), pela  Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e pelo Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG). O interno cumpria prisão temporária e não tinha outras doenças associadas ao coronavírus. 

Segundo a Sejusp informou por nota, Pedro Vitoriano de Souza, foi preso no último dia 9 de junho e dez dias depois começou a ter sintomas como coriza e tosse seca. “Ele estava em uma das 30 unidades do sistema prisional criadas como porta de entrada, com a função de triagem de presos recém-admitidos do extramuros,  para cumprimento de quarentena, antes do encaminhamento para os demais presídios. Uma estratégia do Depen-MG para evitar e controlar a disseminação do coronavírus no ambiente prisional”, informou por nota. 

Com  os sintomas gripais, ele foi atendido por uma equipe de saúde da unidade e isolado. No entanto, o quadro dele piorou e ele foi encaminhado para atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Oeste, na última quarta-feira (24). No dia seguinte, ele foi transferido para o Hospital Júlia Kubitschek, no Barreiro, onde morreu, no domingo (28), com confirmação para a Covid-19. 

Continua depois da publicidade

Ainda segundo a secretaria, os dez detentos que pertecem a ala do preso que morreu estão isolados e acompanhados pela equipe de saúde. Eles serão testados para a Covid-19.

No Ceresp Gameleira foram 11 detentos com resultado positivo para a doença, porém em outra ala diferente da do idoso que morreu. Esses presos estão assintomáticos e sendo monitorados. “O Ceresp Gameleira segue sendo acompanhado com prioridade pelo Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG). A situação da unidade tem sido debatida duas vezes por dia, em conjunto com instituições como Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Ministério Público e Defensoria Pública”, informou a Sejusp. 

 A morte desse preso foi a segunda em todo Estado pela doença. Minas tem 60 mil presos e até essa esta segunda-feira (29) eram 321 detentos com confirmação de infecção pelo coronavírus e apenas um está internado, o restante está assintomático ou com sintomas leves.

Continua depois da publicidade

Por questões de prevenção contra a doença, as visitas estão suspensas e a entrega de kits também, para evitar que o vírus circule no Ceresp Gameleira. Os kits são fornecidos chegando via correios e são inspecionados por questões de segurança.

Todas as áreas estruturais do Ceresp estão sendo desinfectadas constantemente. Foram instalados também equipamentos para a realização de videoconferências judiciais em todas as unidades prisionais para evitar os deslocamentos de presos para audiências e diminuir o contágio. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.