Segunda, 01 de Junho de 2020
31 99616-7463
Cidades Clube Náutico

Conselho segue Diretoria e nega desconto na mensalidade do Clube Náutico; advogado vai recorrer

O advogado Dr. Cristiano Martins Teixeira comentou decisão do Conselho Deliberativo do Clube Náutico de Sete Lagoas, que negou desconto no valor da mensalidade mesmo com o clube fechado durante a pandemia e disse que vai recorrer

19/05/2020 14h06
Por: Redação
Reprodução/StreetView
Reprodução/StreetView

Um grupo de associados questionou o Clube Náutico de Sete Lagoas, acerca da redução no valor da taxa de manutenção devido a pandemia do COVID-19 que mantém o clube fechado desde o início de março.

A Diretoria Executiva negou o pedido dos associados para reduzir o valor da mensalidade em 60% ou conceder qualquer outro valor de desconto, com o argumento de que o clube passa por dificuldades financeiras.

Após a decisão da Diretoria, os associados recorreram ao Conselho Deliberativo, que seguiu a decisão da diretoria, ou seja, negando a redução na mensalidade enquanto o clube estiver fechado.

Procuramos o advogado que representa os associados, Dr. Cristiano Martins Teixeira, comentou com nossa reportagem sobre a decisão dada pelo do Conselho Deliberativo na última semana, o advogado disse o seguinte:

‘’Vamos recorrer da decisão. O Conselho Deliberativo não fundamentou nem uma linha acerca do pedido de redução no valor da taxa de manutenção do Clube Náutico em tempos de pandemia quando o Clube se mantém fechado. O Conselho Deliberativo se limitou em seguir o argumento da Diretoria Executiva considerando crítica a situação financeira do clube.

Está parecendo que existe um alinhamento entre o Conselho e Diretoria, lamentável, porque compromete a independência do Conselho. Afinal, da forma que o Conselho vem atuando, me pego a pensar - para que existe esse Conselho?

Com essa decisão, o Conselho Deliberativo está assinando um verdadeiro atestado de incompetência, se as contas estão críticas, porque o Conselho aprovou essas contas? O que o Conselho fez para evitar esse colapso financeiro? Não há o que se falar em pandemia, haja vista que as contas analisadas pelo Conselho foram do exercício de 2019 e o Conselho Fiscal do clube, fez o que? Estão só assistindo o clube pegar fogo?

Quem perde não somos apenas nós que estamos postulando os pedidos, perde são todos os associados que agora estão tendo a oportunidade de ver que o seu patrimônio está sendo mal administrado e chama atenção da necessidade dos associados analisarem e cobrarem da Diretoria e do Conselho, transparência nas contas e na administração do clube’’.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.