Quarta, 23 de Setembro de 2020
31 99616-7463
Esportes Novo técnico

Base, interino, rival e o quase em 2012: Ney Franco realiza sonho no Cruzeiro

Oito anos depois de uma possibilidade frustrada de assumir 'supertime' celeste, técnico terá chance na Raposa em momento mais turbulento

09/09/2020 09h49
Por: Redação Fonte: Super.FC
Ney Franco assume o comando técnico do Cruzeiro Foto: RUBENS CHIRI /SAOPAULOFC.NET
Ney Franco assume o comando técnico do Cruzeiro Foto: RUBENS CHIRI /SAOPAULOFC.NET

No início dos anos 2000, Ney Franco esteve na base do Cruzeiro, e também chegou a ser técnico interino do clube em três períodos. A primeira veio em 2002, sua primeira experiência em um time profissional. Foi apenas um jogo, contra o Palmeiras, pelo Brasileirão, entre a saída de Marco Aurélio e a chegada de Vanderlei Luxemburgo. Depois foram mais duas vezes, uma quando Emerson Leão caiu — foram dois jogos, até a contratação de Marco Aurélio — e outra nas cinco rodadas finais do Brasileirão, quando a Raposa não possuía mais chances de brigar por título ou por vaga na Libertadores, e já estava livre do rebaixamento.

No total, como interino, Ney Franco comandou a Raposa em oito jogos, conquistando duas vitórias, dois empates e quatro derrotas.

Só que a partir de 2005, a história de Ney Franco começou a se distanciar do Cruzeiro. Cedido ao projeto do Ipatinga, parceiro da Raposa, ele faturou o título estadual em cima do time celeste. No ano seguinte, em 2006, voltou a encarar o Cruzeiro na decisão do Estadual, mas dessa vez foi derrotado. Mesmo assim, o ano foi de glória para o comandante mineiro, que foi parar no Flamengo e conquistou a Copa do Brasil pelo rubro-negro. 

Continua depois da publicidade

Em 2012, Ney Franco esteve na lista de Gilvan de Pinho Tavares para assumir o Cruzeiro na temporada seguinte. Mas o cargo acabou ficando posteriormente com Marcelo Oliveira e a história de sucesso daquele time celeste é conhecida por todos. Naquele ano, ele conquistou a Sul-Americana pelo São Paulo, sendo o último comandante a levantar uma taça pelo Tricolor desde então. Em 2013, o Cruzeiro conquistou o tricampeonato brasileiro com Oliveira no comando derrotando justamente o Vitória de Ney Franco, dentro do Barradão, por 3 a 1. 

De 2014 para cá, Ney Franco teve até um ano sabático, que foi 2016, quando morou nos Estados Unidos. O trabalho mais eficiente do técnico aconteceu em 2018, quando subiu com o Goiás. Mas dias após a confirmação do acesso apontou que não seguiria no clube para priorizar projetos pessoais. Ele chegou a passar pela Chape no ano seguinte, e ainda em 2019 reassumiu o Goiás onde permaneceu até agosto, quando foi demitido. 

Nascido em Vargem Alegre, Ney Franco permaneceu na base do Cruzeiro por 11 anos. 

Continua depois da publicidade

Os jogos de Ney Franco à frente do Cruzeiro como interino: 

14/08/2002 – Cruzeiro 1 x 1 Palmeiras (Campeonato Brasileiro)
31/07/2004 – Fluminense 0 x 0 Cruzeiro (Campeonato Brasileiro)
05/08/2004 – Cruzeiro 2 x 0 Internacional (Campeonato Brasileiro)
21/11/2004 – Cruzeiro 0 x 1 Corinthians (Campeonato Brasileiro)
27/11/2004 – Cruzeiro 2 x 3 Fluminense (Campeonato Brasileiro)
05/12/2004 – Internacional 2 x 0 Cruzeiro (Campeonato Brasileiro)
12/12/2004 – Cruzeiro 4 x 0 Vitória (Campeonato Brasileiro)
19/12/2004 – Flamengo 6 x 2 Cruzeiro (Campeonato Brasileiro)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.