Sexta, 03 de Dezembro de 2021
31 99616-7463
Especiais Mensagem

Momento de Fé: “Que absurdo, eles faziam isso?”

19/10/2021 16h45
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com o pastor Francislei Mercês
O pastor Francislei Mercês
O pastor Francislei Mercês

Um tempo que quase não tínhamos nada e ao mesmo tudo tínhamos tudo. Não tínhamos luxo, mas, éramos mais unidos. Não comíamos carne todos os dias, porem riamos mais. Não conhecíamos praia e nem viajávamos de avião. No entanto, quem nunca se divertiu com bolinhas de gude, bonecos feito com manga, pipa, futebol com bola de lobeira, pegador, polícia e ladrão, esconde-esconde, amarelinha, pula toco, rouba bandeira, carrinho de rolimã, quem nunca brincava na enxurrada e muito mais... 

Não era a falta da internet que nos chateava, mas, era a professora nos obrigando a aprender tabuadas de cor, a conjugação dos verbos, os pretéritos perfeitos e imperfeitos do português; era o colega nos colocando apelidos, o irmão nos dedurando para os pais. 

Aos domingos, ah os domingos... tínhamos que ir à igreja querendo ou não querendo. 

Continua depois da publicidade

Era de manhã e à noite, e ai de nós se reclamássemos e exigíssemos os nossos “direitos”, com certeza uma surra acompanhada da famosa frase. “Quem manda na sua vida sou eu”. Na igreja nos assentávamos como adulto e nos comportávamos como pessoas grandes, orávamos juntos, cantávamos os hinos e ouvíamos o pregador. Os mais velhos, todos, eram respeitados porque nossos pais diziam: “Respeite os mais velhos,menino! ”. 

 Nosso respeito Deusse manifestava de varais formas, mas, principalmente com nossas roupas e comportamentos.

Que absurdo nossos pais fizeram isso! Sim faziam.

Continua depois da publicidade

E graças primeiramente a Deus e depois a eles, crescemos aprendendo sobre honra, companheirismo, desejo vencer na vida, valores primordiais como Deus e família, honestidade e respeito.

Hoje podemos sim falar de apostasia, um termo que retrata distanciamento, afastamento, renegação, abandono..., não somente da fé em Deus e o de congregar em uma igreja, mas também das demais coisas. 

Muitas vezes há quem diga: “Sou evangélico.” Mas não participam do culto. Outros afirmam: “Sou católico. ” Mas se ausentam da missa. E ainda há outros que afirmam: “Sou cristão”, mas jamais procuraram entender sobre os fundamentos da fé cristã. 

Os educadores podem até afirmar que é Conflito de gerações e etc, mas uma coisa é certa: nos transformamos em homens e mulheres certos do que queríamos e vencemos, não foi fácil; aliás nunca foi, mas mesmo assim não nos prostramos diante das nossas fragilidades, e foi justamente por causa delas que nos tornamos cada vez mais fortes. 

Em nome do progresso, essencial e proveitoso em várias áreas da vida; regredimos em outras. 

Enfim, é bom o saudosismo, nos faz lembrar de onde viemos para valorizarmos o que somos; contudo precisamos deixar um legado... 

“...agora permanece a fé, a esperança e o amor. O maior deles, porém, é o amor. ”                                                                                                         

(1 Coríntios 13:13)

Pastor Francislei Mercês - Pr da Igreja Batista SHALOM

Siga-nos pelo Instagram: @francisleimerces/ @batista_shalom

   

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.