Sexta, 03 de Dezembro de 2021
31 99616-7463
Educação Preço

Alunos da UFV protestam contra reajuste de 374% no preço do bandejão: ‘R$ 9 tá osso’

24/11/2021 14h40
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com BHAZ
Alunos colocaram mesa com ossos para simbolizar que reajuste ‘está osso’ (Reprodução/@visilneves/Twitter)
Alunos colocaram mesa com ossos para simbolizar que reajuste ‘está osso’ (Reprodução/@visilneves/Twitter)

Os alunos da UFV (Universidade Federal de Viçosa) fizeram um protesto contra a política de reajuste de preços no RU (Restaurante Universitário). Os manifestantes utilizaram a hashtag “UFVTáOsso”, tanto no protesto quanto nas redes sociais. Na última terça-feira (16), a instituição debateu sobre os cortes orçamentários sofridos, e apresentou a proposta de aumento dos valores das refeições. Segundo os estudantes, o almoço e o jantar passarão de R$ 1,90 para R$ 9 cada, o que representa um aumento de 374%.

De acordo com a universidade, o Governo Federal reduziu o repasse de recursos para o Pnaes (Programa Nacional de Assistência Estudantil), que é o responsável pelas verbas que subsidiam as refeições dos RUs.

Por conta disso, a UFV teve que repensar uma nova política de preços para os restaurantes universitários. A comissão responsável pela área apresentou a proposta durante o Fórum de Assistência Estudantil, que aconteceu online.

Continua depois da publicidade

Verba também é destinada a outras demandas

Na ocasião, algumas manifestações contrárias à proposta surgiram no chat do evento. No entanto, outras pessoas reconheceram que a ação vai de acordo com o contexto orçamentário vivido pelas universidades públicas.

A Universidade de Viçosa explicou que caso se mantenha o atual preço dos RUs, seriam necessários, para 2022, investimentos em torno de R$ 20 milhões. Isso significaria R$ 4.882.013,00 a mais do que os R$ 15.117.987,00 previstos pelo PLOA (Projeto de Lei Orçamentária Anual) para o Pnaes – que ainda está sujeito a cortes e vetos.

Além disso, a universidade destacou que a verba do Pnaes também é utilizada para pagamentos de auxílios a estudantes em vulnerabilidade socioeconômica. O recurso também serve para manter as moradias estudantes, dentre outras ações destinadas à assistência estudantil.

Continua depois da publicidade

Preço atual das refeições

Atualmente, o cardápio do RU para os alunos da graduação é de café-da-manhã a R$ 0,95, e almoço e jantar a R$ 1,90. Conforme dito pela UFV, a política de preços dos restaurantes universitários não sofre reajustes desde 2006.

  Preço das Refeições na UFV (Reprodução/UFV)

Estudantes protestam no campus

Na manhã desta segunda-feira (22), estudantes da universidade se concentraram no campus Viçosa para protestar contra o aumento do preço das refeições. Durante a manifestação, representantes estudantis entregaram uma carta à reitoria, com o objetivo de dialogar sobre o reajuste dos valores.

Com faixas escrito “9 reais é esculacho” e “#UFVTáOsso”, os alunos gritaram no protesto que “aumentar o bandejão alimenta a evasão”. Além disso, eles colocaram em frente à reitoria uma mesa com ossos em cima, para simbolizar que a situação “está osso”. Veja:

 

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma publicação compartilhada por ASAV (@asav.ufv)

 

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma publicação compartilhada por ASAV (@asav.ufv)

Refeição a R$ 9

No Twitter, o valor “R$ 9,00” ficou entre os assuntos mais comentados da rede nesta segunda-feira, com os estudantes da instituição reclamando do possível reajuste. Muitos alunos apontaram que as refeições a esse preço podem inviabilizar a permanência de algumas pessoas na universidade.

“#ufvtáosso Não se pode aceitar esse absurdo. Refeição no RU passando de R$ 1,90 para R$ 9. Um jeito de expulsar o pobre da universidade. É o projeto desse desgoverno”, disse um internauta. “É inaceitável que o valor da refeição no RU da UFV passe de R$ 1,90 para R$ 9. Desse jeito muitos estudantes não poderão dar continuidade aos seus estudos! #UFVTáOsso”, reforçou outra pessoa.

Uma terceira usuária protestou: “RU a R$9,00 é acessível para quem? Mais de R$500,00 só com alimentação é absurdo! #UFVTáOsso”. E teve uma aluna que apontou: “Não é porque não estou em vulnerabilidade econômica que eu tenho condições de pagar R$ 9 em uma refeição todos os dias! #UFVTáOsso”.

Valor não está definido

A reportagem entrou em contato com a UFV para questionar se o valor das refeições passarão a ser de R$ 9 caso a nova política de preços seja aprovada. A universidade informou em nota que o preço ainda não está definido (leia nota na íntegra abaixo).

“É importante considerar que a instituição já paga às empresas responsáveis pelo fornecimento das refeições dos restaurantes universitários entre R$ 6,89 e R$ 7,72 e esses valores provavelmente serão reajustados face ao aumento de preços dos gêneros alimentícios. Mas o valor ainda não está definido”, disse a instituição.

Estudantes vulneráveis continuarão sendo assistidos

Na última sexta-feira (19), a UFV chegou a fazer uma postagem em suas redes sociais esclarecendo a nova política de preços para os restaurantes universitários. Além de explicar sobre o corte de verbas e os gastos para os quais os recursos do Pnaes são destinados, a UFV informou que “não terá como alocar recursos adicionais, a exemplo do que vinha fazendo em anos anteriores”.

“Ao contrário do que está sendo dito, o número de bolsas não diminuirá! Com a nova política, será possível ampliar o número de estudantes atendidos. A Universidade saltaria dos atuais 2,0195 graduandos beneficiados com subsídio integral para 3.110; e atenderia mais 1.286 nas faixas 1 e 2 de subsídios”, disse a instituição.

A proposta passará pela apreciação do Consu (Conselho Universitário). A instituição afirmou que “tudo o que está sendo feito pela UFV tem como foco garantir que os jovens em vulnerabilidade socioeconômica tenham condições de permanecer na Universidade”. Confira:

 

 

 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma publicação compartilhada por Universidade Federal de Viçosa (@ufvbroficial)

Preços na UFMG

Na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), os preços dos restaurantes universitários são diferenciados com base em categorias estabelecidas pela Fump (Fundação Universitária Mendes Pimentel).

Sendo assim, estudantes que possuem nível I ou II na Fump, têm acesso às refeições gratuitamente. Já aqueles que estão classificados no nível II ou III, pagam R$ 1. Alunos do nível IV-A pagam R$ 2 e do nível IV-B, R$ 2,90. Para aqueles que não são assistidos pela fundação, o valor é de R$ 5,60.

  Preço das refeições na UFMG (Reprodução/Fump)

Nota da UFV na íntegra

O valor não está definido. Além da contextualização apresentada no texto, no site da UFV, é importante considerar que a instituição já paga às empresas responsáveis pelo fornecimento das refeições dos restaurantes universitários entre R$ 6,89 e R$ 7,72 e esses valores provavelmente serão reajustados face ao aumento de preços dos gêneros alimentícios. Mas o valor ainda não está definido.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.