Segunda, 04 de Março de 2024
27°

Parcialmente nublado

Sete Lagoas, MG

Polícia Lesa Pátria

PF prende sete-lagoano durante cumprimento de 8 mandados em 5 cidades de Minas

Os mandados foram cumpridos em Capinópolis, São João del-Rei, Sete Lagoas, Uberaba e Uberlândia

17/03/2023 às 13h39
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com O Tempo
Compartilhe:
Lesa Pátria: PF cumpre 8 mandados de prisão preventiva em 5 cidades de Minas — Foto: PF/Divulgação
Lesa Pátria: PF cumpre 8 mandados de prisão preventiva em 5 cidades de Minas — Foto: PF/Divulgação

Polícia Federal cumpriu nesta sexta-feira (17) oito mandados de prisão preventiva e nove de busca e apreensão em cinco cidades de Minas Gerais na 8ª fase da Operação Lesa Pátria, que investiga participantes e financiadores dos movimentos extremistas de 8 de janeiro.

A corporação informou à reportagem que não identifica eventuais investigados ou presos. Os mandados foram cumpridos em Capinópolis, São João del-Rei, Sete Lagoas, Uberaba e Uberlândia. 

No Brasil, houve 46 mandados de busca e apreensão e 32 de prisão preventiva nos Estados da Bahia, Espírito Santo, Goiás, Maranhã, Paraná, Rondônia, Rio Grande do Sul, São Paulo e Distrito Federal, além de Minas Gerais.

“Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido”, informa a Polícia Federal em nota à imprensa. 

Mandados cumpridos em Minas:

  • Capinópolis: um mandado de busca e apreensão e um de prisão preventiva
  • Sao João Del Rei: um mandado de busca e apreensão
  • Sete Lagoas: um mandado de busca e apreensão e um de prisão preventiva
  • Uberaba: cinco mandados de busca e apreensão e cinco de prisão preventiva
  • Uberlândia: um mandado de busca e apreensão e um de prisão preventiva

Os mandados de prisão são contra pessoas que participaram, financiaram ou fomentaram os ataques ao Palácio do Planalto, Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal (STF).

Militares e mulher que pichou "perdeu, mané" na estátua da Justiça é alvo

Entre os alvos da PF nesta sexta estão militares da ativa e da reserva, além de civis, como a mulher que aparece em fotos e vídeos pichando a frase "perdeu, mané" na estátua que simboliza a Justiça em frente ao prédio do STF.

Também são alvos o invasor do STF que sentou na cadeira do ministro Alexandre de Moraes, e o homem que levou a bola autografada pelo atacante da seleção brasileira Neymar da Câmara dos Deputados.

“Os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado, associação criminosa, incitação ao crime, destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido”, diz nota da PF.

PGR denuncia mais 100 pessoas por atos do dia 8

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou mais 100 pessoas acusadas de participação nos ataques criminosos de 8 de janeiro.

Eles vão responder, em liberdade, pelos crimes de incitação equiparada pela animosidade das Forças Armadas contra os Poderes Constitucionais e associação criminosa. 

Até o momento, a PGR já denunciou 1.037 pessoas por envolvimento nos atos que destruíram e depredaram prédios dos três Poderes. As denúncias estão sendo elaboradas pelo “Grupo Estratégico de Combate aos Atos Antidemocráticos” criado no âmbito do Ministério Público.  

As petições estão sendo apresentadas em grupo, de acordo com o tipo de envolvimento, e individualizadas pela conduta e responsabilização de cada investigado. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes