Terça, 26 de Maio de 2020
31 99616-7463
Esportes Galo

Com jogadores de máscaras, treinos retornam na Cidade do Galo

19/05/2020 15h43
Por: Redação Fonte: Hoje em Dia
Foto: Pedro Souza/Atlético
Foto: Pedro Souza/Atlético

Após hiato de 62 dias sem atividades na Cidade do Galo, 65 do último jogo oficial, o Atlético retomou os treinamentos nesta terça-feira (19). Ainda em meio à pandemia do novo coronavírus, o alvinegro precisou adotar medidas para proteger atletas e demais funcionários que foram ao Centro de Treinamentos.

Respeitar o distanciamento e estabelecer o uso de máscaras, com exceção dos jogadores durante período de atividades, foram algumas destas ações preventivas. 

“É um passo que estamos dando. O objetivo, agora, é colocar pequenos grupos em contato novamente com o campo. Por mais que os atletas estivessem fazendo trabalhos físicos em casa, isolados, não é a mesma situação de trabalhar aqui, dentro da nossa estrutura do CT. Não existe outro setor na economia que testou todos os seus funcionários antes de abrir suas portas. Quando a gente fala de supermercado, farmácia, indústria, ninguém fez tanta avaliação e teve tanto cuidado quanto estamos tendo. O coronavírus está aí, não viramos a página dessa situação difícil ainda, mas, com segurança, tranquilidade e respeitando todas as orientações, temos condições de voltar com segurança e ter de novo o Galo pelo menos aqui no CT, para dar um gostinho à torcida de que estamos voltando”, explica o médico Rodrigo Lasmar.

Em pequenos grupos, com apresentação em horário distintos e espaçados, os jogadores fizeram atividades físicas no campo um, o principal do CT, com acompanhamento individualizado.

O hotel profissional de concentração e a cozinha permaneceram fechados, assim como as dependências do centro de excelência (vestiários, fisiologia, academia e fisioterapia).

A hidratação com água e isotônicos foi realizada exclusivamente em embalagens descartáveis, fornecidas no próprio campo de treinamento. No que tange à alimentação, foram fornecidas aos atletas frutas já embaladas, barras de cereais e gel de carboidratos, durante os treinos, além do kit individual de recuperação pós-treino, em embalagens individualizadas.

“Teremos os atletas divididos em pequenos grupos, de quatro ou cinco atletas, no máximo. "Eles chegarão em horários fracionados, diferentes, para que não haja aglomeração na chegada e na saída. Fizemos uma dinâmica no campo em que esses grupos não se encontram. Nosso objetivo, nesse primeiro momento, é que um número pequeno de pessoas tenha contato. Que já cheguem aqui uniformizados, apenas coloquem a chuteira, façam o treino e, imediatamente, voltam para sua casa. Então, vamos minimizar o contato dentro de vestiário, cozinha. Tudo está sendo feito com o máximo de critério, todos os equipamentos são descartáveis. Ou seja, todas as medidas protetivas estão sendo tomadas para que tenhamos um ambiente seguro e que possamos acompanhar o nosso passo a passo. Nessa primeira semana, a ideia é que não tenhamos atividades em ambiente fechado, apenas atividades no campo. A partir da semana que vem, vamos avaliar com um pouco mais de cuidado e, dependendo dessa resposta ao longo da semana, poderemos liberar para pequenas atividades na academia, mas sempre com um número muito reduzido de pessoas, que vão fazer um rodízio. A cada troca, todos os equipamentos serão higienizados. Orientamos todos os profissionais a usarem máscaras. Os atletas usam máscaras até o momento de entrar em campo, só tiram as máscaras dentro do campo. Todos os demais, usando máscara em período integral e todos os equipamentos de proteção individual”, destrincha Lasmar.

Estiveram presentes no centro de treinamento, no horário estipulado pela supervisão, apenas as pessoas que testaram negativo para Covid-19 em 11/05/2020. Todos foram orientados a utilizar máscaras desde a saída de casa e passaram por uma barreira sanitária na praça de entrada da Cidade do Galo.

“A partir de agora, todos que entram no CT preenchem um questionário médico que visa identificar possíveis sinais de quem tenha tido algum tipo de contato ou alguma situação de potencial exposição ou de risco. É medida a temperatura e feita uma avaliação médica de todos, antes que possam ser liberados para o treino. Caso, e algum momento, uma dessas pessoas apresentar algum sinal, algum sintoma, ela será imediatamente afastada e será avaliada. Aí, sim, testes serão feitos novamente”, acrescenta o diretor médico.

“Há 62 dias, interrompemos nossas atividades quando estávamos enfrentando o início do que não sabíamos o que viria pela frente. Durante todo esse período, acompanhamos os jogadores, eles foram instruídos para que tivessem as melhores condutas e, desde o primeiro momento, começamos a desenhar uma estratégia que fosse viável para, quando tivéssemos as autorizações dos órgãos competentes, pudéssemos voltar com segurança. Nesse período, desenhamos um projeto visando a esse retorno. Na semana passada, segunda-feira, demos o primeiro passo para esse retorno. Foram realizados testes em 120 pessoas aqui no CT, incluindo comissão técnica, jogadores e funcionários, pessoas que convivem aqui no dia a dia, estão trabalhando e precisavam estar presentes quando o futebol pudesse retornar. Aguardamos os resultados desses exames e todos preencheram um questionário, fizeram uma avaliação médica para medida de temperatura, para que pudéssemos conhecer melhor o grupo, para que pudéssemos conhecer melhor. Os resultados desses exames de laboratório nos mostraram que ninguém apresentou o coronavírus. Ou seja, todas as pessoas testadas estavam aptas a voltar a trabalhar com segurança aqui no CT. Então, de posse desses testes, conversamos com a comissão técnica e estipulamos qual seria nossa conduta a partir de agora. Hoje, é nosso primeiro dia, é muita alegria ver o Galo de volta aqui no CT, depois de tanto tempo, e estamos fazendo tudo com muita tranquilidade e segurança para que tenhamos uma volta com consistência e segura”, conclui.

* Com Site Oficial do Atlético

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.