Quinta, 09 de Julho de 2020
31 99616-7463
Saúde Dengue

Ação da população é fundamental para redução de casos de dengue em Sete Lagoas

27/06/2020 08h33 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Fonte: Ascom da Prefeitura de Sete Lagoas
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

A queda na temperatura, aliada ao tempo seco e às ações de combate, reduziram os casos de dengue em Sete Lagoas nas últimas semanas, mas a situação ainda é de alerta.

O ranking atualizado pela Secretaria Municipal de Saúde mostra que, em mais de cem bairros, foram confirmados casos da doença que, até o momento, já contaminou 1.160 pessoas na cidade.

O trabalho de combate do mosquito transmissor continua e ainda é preciso a colaboração do cidadão, já que mais de 80% dos focos estão dentro de residências. “Apesar da diminuição dos casos de dengue por semana epidemiológica, o combate ao vetor continua. Estamos desenvolvendo as ações prevendo o período crítico que virá com a volta do período chuvoso”, explica o gerente do Centro de Controle das Arboviroses do Município, Adriano Souza.

Continua depois da publicidade

O momento de atacar em diversas frentes é este, quando ocorrem baixas temperaturas diariamente. “É fundamental eliminar todos os criadouros de larvas do Aedes aegypti agora no inverno e, para isto, as atividades de controle e prevenção não podem parar. O trabalho é contínuo para mantermos o índice de infestação abaixo de 1%, como preconiza o Ministério da Saúde”, completa Adriano Souza.

NÚMEROS

Foram notificados, até o momento, 3.960 casos suspeitos de dengue este ano, sendo que 1.161 foram confirmados e 2.799 descartados. Dezenas de bairros apresentaram pacientes infectados pela doença (veja os 20 principais abaixo). Ainda foram notificados seis casos de chikungunya, sendo dois confirmados e quatro descartados. Em relação ao zika vírus, foram notificados 33 casos, sendo seis em gestantes e 27 na população em geral, todos descartados.

Continua depois da publicidade

Desde o dia 3 de maio o número de casos confirmados está caindo gradativamente. O último registro, entre 14 e 20 de junho, foi de apenas sete confirmações. Porém, o balanço geral com 1.160 confirmados é preocupante e já posicionou o município como situação de epidemia. “Precisamos da contribuição de todos nesta guerra. A população deve ficar atenta a todo tipo de criadouro que possa acumular água e realizar uma vistoria pelo menos uma vez na semana”, ressalta Adriano Souza.

MAIS CASOS CONFIRMADOS

JK           50

Nossa Senhora das Graças 42

Boa Vista             40

Carmo I 36

Cidade de Deus 36

São Geraldo       36                   

Centro  35

CDI         34

Jardim Arizona  32

Montreal            29

Nova Cidade      25

Barreiro               24

Luxemburgo      23

Interlagos           23

Belo Vale            22

Iporanga             22

Progresso           20

São Francisco    20

Canaã 20

Esperança 18

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.