Quarta, 30 de Setembro de 2020
31 99616-7463
Saúde Coronavírus

Com 4,4 mil casos de Covid confirmados em 24 horas, Minas se aproxima de 165 mil infectados

13/08/2020 14h04
Por: Redação Fonte: Hoje em Dia / G1 Minas
Rostos e histórias por trás dos números: algumas vítimas do novo coronavírus em Minas Gerais. — Foto: Arquivo pessoal
Rostos e histórias por trás dos números: algumas vítimas do novo coronavírus em Minas Gerais. — Foto: Arquivo pessoal

O número de infectados pelo novo coronavírus em Minas está próximo de atingir a marca de 165 mil. Nas últimas 24 horas, o Estado confirmou o contágio de 4.430 pessoas. Com isso, segundo informou a Secretaria Estadual (SES), nesta quinta-feira (13), já são 164.915 casos de Covid-19.

Desde o início da pandemia, em março, 3.846 mineiros morreram em decorrência da sindrome. Entre quarta-feira (12) e hoje, foram contabilizados 63 óbitos. Ontem, o Estado bateu o recorde de vidas perdidas, com 170 confirmações em apenas um dia.

Belo Horizonte lidera as notificações da doença. A capital tem, conforme a SES, 26.146 casos e 740 mortes provocadas pelo vírus. Mas a enfermidade está presente em quase todos os municípios do Estado.

Continua depois da publicidade

Atualmente, 824 cidades, o que representa 96% do território mineiro, tem pelo menos um caso confirmado de coronavírus. Ou seja, apenas 29 municípios estão livres da Covid. Em 50% das localidades (428 municípios) houve registro de mortes.

O boletim epidemiológico desta quinta revela que, do total de infectados, 17.661 precisaram de internação hospitalar por apresentarem quadros mais graves da doença. Hoje, 28.135 doentes são acompanhados em unidades de saúde ou isolamento domiciliar. 

Outras 132.934 pessoas que receberam diagnóstico positivo da enfermidade conseguiram se livrar do vírus e são consideradas recuperadas.

Continua depois da publicidade

Perfil

Das vítimas contaminadas pela Covid-19 em Minas, 43% tem entre 30 e 49 anos. Mas a doença é mais letal nos idosos. Apesar das pessoas com mais de 60 anos representarem 18,4% dos infectados, elas representam 78% dos óbitos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.