Sexta, 04 de Dezembro de 2020
31 99616-7463
Polícia Celular

Loja da ‘Vivo’ em Sete Lagoas é suspeita de vender aparelho usado como se fosso novo

No segundo aparelho fornecido pela loja, ele já havia sido logado com o ID de outra pessoa

28/10/2020 16h47
Por: Redação
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Uma mulher (M.A.S.R.) prestou queixa na polícia na tarde desta terça-feira (27), de que a loja da “Vivo” da Rua Lassance Cunha, centro de Sete Lagoas, teria vendido a ela, um celular Apple como se fosse novo, suspeito de já ter sido usado.

De acordo com informações, primeiramente, ao adquirir o aparelho ele teria apresentado defeito no mesmo dia, pois quando tocava, mesmo estando com o volume máximo, o som era baixo a ponto de não ser ouvido.

Posteriormente o celular foi trocado por outro da mesma marca. Ao ser ligado na loja “Vivo”, mesmo estando lacrado, no momento em que foi inserido o ID particular da Apple, já havia um ID logado no mesmo. Os atendentes não souberam dizer o motivo.

Continua depois da publicidade

Após voltar outra vez na loja, o gerente teria dito para a compradora que como já havia passado 7 dias e que a loja cobre a garantia somente neste período, ela teria que ligar na Apple e resolver diretamente por lá, pois a “Vivo” não poderia fazer mais nada.

Em seguida, o celular foi para a assistência técnica da Apple, onde ficou por 10 dias e ao voltar, continuou com o mesmo defeito.

Segundo a compradora, um atendente da Apple teria dito a ela que a única solução seria acionar a Justiça, buscando seu direito de consumidora.

Continua depois da publicidade

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.