Sábado, 27 de Fevereiro de 2021
31 99616-7463
Polícia Maus-tratos

Homem é preso e multado em quase 4 mil reais por maus-tratos de bovinos em Sete Lagoas

20/02/2021 11h57
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com a PM de Meio Ambiente
Foto: Divulgação PM de Meio Ambiente
Foto: Divulgação PM de Meio Ambiente

Na última segunda-feira (15), a Polícia Militar de Meio Ambiente foi acionada através de denúncia anônima Via 181, informando que na fazenda Paredão II, em frente a Pepsico, os animais (bezerros e vacas) estavam morrendo por falta de cuidados do proprietário, e vários protetores estiveram no local sem êxito.

No local, a Polícia Ambiental constatou várias carcaças de bovinos, de idades e estados de decomposição diferentes.

Verificou-se também uma bezerra muito magra, com avançado grau de desidratação e cega, abandonada no pasto sem cuidados.

Continua depois da publicidade

O proprietário não se encontrava, somente o vaqueiro que relatou que o patrão não tem o costume de comprar medicamentos e providenciar tratamento adequado para os animais, e por isso o índice de mortes na fazenda é alto.

Foi acionado um veterinário, o qual constatou diante dos parâmetros de saúde e o intenso sofrimento, que a eutanásia humanitária seria necessária como recomenda a resolução 1000/2012 do CRMV, assim sendo realizada e a elaboração do Laudo Técnico comprovando as situações de maus-tratos.

Durante diligências na região, deparamos com R.B.A., arrendatário da fazenda e autor, o qual confirmou os fatos, alegando ser de idade avançada e não ser necessário a contratação de veterinário, diante do tamanho da propriedade.

Continua depois da publicidade

Diante da situação o autor foi preso e conduzido até o Pelotão Ambiental, onde foi lavrado o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e o Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 3.944,00.

O autor arcou com as despesas do veterinário no atendimento do animal.

VEJA MAIS FOTOS NA GALERIA ABAIXO!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.