Segunda, 12 de Abril de 2021
31 99616-7463
Economia Páscoa

Com a alta dos preços, vendas de produtos tradicionais na Páscoa devem ser menores

Aumento foi registrado nos ovos de chocolate e em alimentos típicos da época, como peixes

30/03/2021 16h36
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com Itatiaia
Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisas Econômicas, Administrativas e Contábeis de Minas Gerais (Ipead) revela aumento em todos os itens de páscoa, entre ovos de chocolate, peixes e outros alimentos usados em pratos tradicionais da época, como a batata inglesa e o azeite.

O aumento de preços dos ovos de chocolate é de 27,42% em relação ao mesmo período do ano passado, no início da crise causada pelo novo coronavírus. Os peixes estão, em média, 19% mais caros. A batata inglesa registrou alta de 10% e o azeite de 11,78%.

De acordo com a coordenadora de pesquisas do Ipead, Taíse Martins, os preços subiram principalmente devido ao aumento dos valores dos insumos e pela necessidade de reformulação das empresas. Ela ressalta que o comportamento dos consumidores é uma incógnita, mas que a expectativa é de queda nas vendas. 

Continua depois da publicidade

“A expectativa é de redução, uma vez que o cenário ainda é de pandemia, ainda pior do que a gente observou na páscoa do ano passado, exigindo o distanciamento social, o que acaba afetando muito na demanda, já que os encontros familiares não serão possíveis. A questão de presentear com ovos de chocolate também fica reduzida. Tem ainda a renda dos consumidores, que já está sendo comprometida desde o ano passado com a alta da inflação e dos preços dos produtos.”

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.