Segunda, 12 de Abril de 2021
31 99616-7463
Cidades Pedro Leopoldo

Jovem bate o carro, atira em pedestres e morre após conflito com PM em Pedro Leopoldo

04/04/2021 20h36
Por: Redação Fonte: BHZ
Jovem bate o carro, atira em pedestres e morre após conflito com PM em Pedro Leopoldo

 

Um jovem de 23 anos provocou um acidente de carro em Pedro Leopoldo, na região metropolitana de BH, e saiu do veículo atirando na direção dos pedestres. O caso aconteceu na tarde desse sábado (3), e Gefferson Adriano Barbosa de Oliveira, o autor do acidente, atirou também em direção à Polícia Militar. A equipe policial acabou revidando os tiros no suspeito, alegando defesa dos militares e das pessoas que estavam na rua. No momento da confusão entre o jovem e a equipe policial, uma pessoa acabou atingida na perna. O jovem morreu no hospital.

Segundo a Polícia Militar, o jovem dirigia um veículo Gol na cor prata, e acabou batendo em um muro no Centro de Pedro Leopoldo. Quando os policiais chegaram no local do acidente, os pedestres disseram que o condutor do carro estava armado e atirando contra as pessoas na rua. Nisso, os militares foram atrás do rapaz e o encontraram deitado no chão e atirando, apontando a arma para os pedestres e para a equipe policial.

Continua depois da publicidade

Uma testemunha contou à Polícia Militar que viu o veículo de Gefferson batendo na parede do laboratório Dom Bosco, e que o homem saiu do carro agitado e nervoso. Gefferson demonstrou a intenção de sair do local, mas os pedestres presentes não permitiram. Com isso, o rapaz resistiu, e os moradores acabaram soltando-o, e nesse momento, ele correu até o carro e pegou uma arma de fogo. Outra testemunha relatou que viu o suspeito atingindo o portão de uma casa durante série de disparos que ele efetuou.

Polícia atirou no rapaz

Ao encontrar o rapaz, os policiais se esconderam atrás de um carro e no interior de uma loja, e deram ordem para que Gefferson largasse a arma. Entretanto, o homem continuou apontando a arma contra os militares, e atirou na direção deles e dos pedestres. A sargento da equipe atirou contra o rapaz, alegando defesa dos moradores e dos próprios policiais. De acordo com a polícia, as munições de Gefferson acabaram, o que possibilitou que eles pudessem aproximar-se do homem, que estava deitado no chão e sangrando.

 

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.