Domingo, 16 de Maio de 2021
31 99616-7463
Polícia Agressão a bebê

Padrasto é preso por tentar matar enteada de 2 anos; menina entrou em coma

Bebê apresenta melhora após sofrer agressões em Betim

03/05/2021 09h26
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com BHAZ
Bebê apresenta melhora após sofrer agressões em Betim (Imagem Ilustrativa/Shutterstock)
Bebê apresenta melhora após sofrer agressões em Betim (Imagem Ilustrativa/Shutterstock)

A Polícia Civil prendeu preventivamente, ontem (30), um homem de 23 anos suspeito de agredir violentamente a enteada, 2, quase a levando à morte. A garota sofreu traumatismo craniano, parada cardíaca e entrou em coma. O caso ocorreu no último dia 26, em Betim, na Grande BH, e o suspeito chegou a fugir enquanto a vítima era socorrida.

De acordo com a corporação, o suspeito foi até a delegacia acompanhado de um advogado. Lá, negou que tivesse cometido o crime contra a enteada. No entanto, foi preso preventivamente. Ao fim do inquérito que investiga o caso, ele pode ser indiciado por tentativa de feminicídio contra a criança.

“No dia do crime, testemunhas relataram que a garota foi violentamente agredida pelo padrasto. Na UPA, foi constatado traumatismo craniano, fratura na costela, queimadura na orelha e diversas lesões na cabeça, face, pescoço e costas, com quadro clínico de coma e parada cardíaca, isto é, risco de morte”, detalhou a delegada Adiadne Elloise Coelho.

Continua depois da publicidade

Mãe investigada

A mãe da vítima também é investigada pela Polícia Civil e pode responder pelo crime de omissão de socorro por mais de uma vez. “A criança apresentou lesões que indicam que estaria sendo agredida há mais tempo. Acreditamos que desde o final do ano passado esses crimes poderiam estar acontecendo”, informou a delegada, adiantando que ainda restam levantamento a serem realizados para a conclusão do inquérito policial.

Com a Polícia Civil

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.