Terça, 03 de Agosto de 2021
31 99616-7463
Esportes Copa América

‘É um tapa na cara’: Luis Roberto se revolta com Copa América no Brasil

Realização do torneio em meio à pandemia revoltou o narrador

02/06/2021 16h58
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com BHAZ
Realização do torneio em meio à pandemia revoltou o narrador (Reprodução/SporTV)
Realização do torneio em meio à pandemia revoltou o narrador (Reprodução/SporTV)

O narrador e jornalista Luis Roberto não segurou a revolta ao comentar a notícia de que o Brasil vai sediar a Copa América, em meio à pandemia de Covid-19. Em participação no programa “Seleção SporTV”, nesta segunda-feira (31), ele demonstrou sua indignação e afirmou que a decisão é um “tapa na cara dos brasileiros” – e o desabafo se tornou um dos assuntos mais comentados do dia nas redes sociais.

“Essa Copa América fora de hora, que já não deveria ser realizada… Claro, a pandemia interrompeu várias competições mundo afora e obviamente que neste momento, com o calendário todo estrangulado no Brasil e em outros países do continente, a Copa América é só mais um torneio caça-níquel sem nenhuma expressão neste momento. A última que foi disputada no Brasil teve sua relevância, teve sua atmosfera”, começou.

‘Porcaria de competição’

O narrador argumentou que o torneio vai desfalcar os times e “amontoar o calendário” e disse que seria “ridícula” a realização dele em condições normais. “Aí vem a notícia depois da desistência de vários países irmãos que não têm condições, por conta da pandemia, de realizar a Copa América. E o país que tem a pandemia descontrolada, que levou nove meses para responder a carta da Pfizer, respondeu em dez minutos que vamos fazer a Copa América, abertura em Brasília, jogos em Natal, Pernambuco, final com público! Não é possível, é inaceitável”, continuou Luis Roberto.

“A sociedade brasileira, a coletividade do futebol e do esporte, nós não podemos aceitar essa decisão. Que se realize, que façam o que eles bem entenderem, que os negacionistas façam caravanas a Brasília, para público, na grande final, momento apoteótico dessa porcaria dessa competição. É uma vergonha, é um acinte, é um tapa na cara dos brasileiros”, finalizou, exaltado.

Nas redes sociais, internautas demonstraram apoio a Luis Roberto e ecoaram a revolta com a realização da competição no país. “Enquanto Argentina e Colômbia dizem não à Copa América pelo avanço da Pandemia e por protestos recentes, no caso colombiano, o Brasil aceita sediar a competição. É uma falta de respeito com a vida do nosso povo! Luis Roberto foi gigante!”, publicou um internauta.

Continua depois da publicidade

Copa América no Brasil

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) definiu o Brasil como nova sede da Copa América, após reunião na manhã desta segunda-feira (31). Na noite de ontem (30), a Argentina abriu mão de sediar o torneio em razão do avanço da pandemia de Covid-19 no país. A decisão final gerou revolta entre torcedores brasileiros, já que o cenário da pandemia no Brasil também é extremamente preocupante. Internautas passaram a ironizar a situação, chamando o mascote da competição de “Cloroquito” e apelidando o torneio de “Cepa América”.

A confederação consultou o governo federal para decidir pela realização do torneio no Brasil e recebeu aval do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em anúncio, a Conmebol agradeceu o mandatário e a CBF por “abrir as portas desse país” para o “evento esportivo mais seguro do mundo”.

CloroquitoBrasileiros se revoltaram com decisão de sediar torneio em meio à pandemia (Reprodução/Redes sociais)

Nas redes sociais, os usuários se opuseram à realização da competição no país em meio à alta de casos de Covid-19, falta de vacina e surgimento de novas variantes do vírus. Por isso, passaram a chamar o torneio de “Cepa América”, em referência às cepas do SARS-CoV-2 identificadas no país, e definiram o “Cloroquito”, como mascote, em alusão à hidroxicloroquina, medicamento sem eficácia para Covid-19 amplamente defendido pelo presidente da República.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.