Terça, 03 de Agosto de 2021
31 99616-7463
Esportes Boa fase

Com sequência invicta, Galo chega fortalecido para decisão com Boca Juniors

Vitória do Galo em cima do Corinthians no fim de semana deu ainda mais moral para a equipe comandada por Cuca

19/07/2021 10h00
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com Otempo
Vitória em cima do Corinthians deu moral ao time cabeceado por Hulk — Foto: Pedro Souza/Atlético
Vitória em cima do Corinthians deu moral ao time cabeceado por Hulk — Foto: Pedro Souza/Atlético

Embalado em uma sequência de seis jogos sem perder na temporada, o Atlético tem o principal desafio do ano nesta terça-feira (20). O jogo decisivo contra o Boca Juniors vale a classificação às quartas de final da Libertadores e o Galo chega com o astral elevado por conta dos bons resultados e a união do grupo. A vitória fora de casa no fim de semana contra o Corinthians deu um gás extra aos jogadores e comissão técnica, que precisam dessa confiança.

No jogo contra o Corinthians, o técnico Cuca tinha de tudo para usar um time alternativo. Viagem até São Paulo depois de outra viagem desgastante para Argentina e, principalmente, por ser antes do confronto contra o Boca. Preservou apenas algumas peças - Nacho e Savarino, por exemplo, ficaram em Belo Horizonte por questões musculares - e conquistou uma vitória importante o suficiente para subir na tabela e, ainda, ganhar moral. 

A presença de Hulk foi marcante, mais uma vez. Artilheiro da equipe na temporada - líder também em assistências -, o atacante foi fundamental na vitória, marcando dois gols. Poderia ser poupado, pela sequência de jogos que vem fazendo, mas o treinador já deu o papo: Hulk rende mais jogando sempre, de forma intensa, do que quando é preservado para confrontos mais importantes. 

Continua depois da publicidade

O clima favorável na equipe ficou comprovado após a partida, quando o treinador reuniu todos os jogadores no centro do gramado para agradecer. Foco total no jogo contra o Boca Juniors e, se tratando de Libertadores - principalmente depois dos dias polêmicos após o 0 a 0 na Argentina -, o psicológico é fundamental para os atletas conseguirem um bom resultado diante dos hermanos, no Mineirão. 

"O Atlético é campeão mineiro, primeiro na Libertadores. É colíder do campeonato, e está classificado na Copa do Brasil. Estamos fazendo tudo que podemos. Sempre há o que melhorar, mas tenho que estar muito feliz. O torcedor do Atlético, a não ser que não queira, tem que comemorar e estar muito feliz. A gente não, não temos que comemorar, a gente fica aliviado. Terça-feira já tem o Boca pela frente e, se tiver tropeço, tudo muda. Temos que dar sequência ao que estamos vivendo e vamos deixar tudo dentro de campo. Estamos montando um grupo com consistência, formando base sólida da equipe, é alicerce", disse Cuca.

Antes do Galo vencer o Corinthians com praticamente força máxima, o Boca poupou todos titulares que enfrentaram o Atlético no primeiro jogo e empatou em 1 a 1 com o Unión na estreia da Liga Argentina. Depois de ficar pouco mais de um mês sem entrar em campo para jogos oficiais, perder alguns jogadores e ver a chegada de reforços, o time argentino tenta uma reestruturação para seguir em busca de mais um título da Libertadores.

Continua depois da publicidade
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.