Sexta, 03 de Dezembro de 2021
31 99616-7463
Economia Feijão

Dobro da safra e dobro do valor: produção de feijão em MG aumenta qualidade e encontra comprador

19/10/2021 17h10
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com Hoje em Dia
Nitro
Nitro

Reparar os danos ambientais, econômicos e sociais causados pelo rompimento da barragem de Fundão (novembro de 2015, Mariana/MG) exige uma atuação integrada, que envolve cuidar da saúde dos cursos hídricos e das áreas de preservação permanente, ações de infraestrutura e o estímulo à atividade econômica e ao desenvolvimento das comunidades. 

A recuperação socioeconômica é indissociável da reparação. O incentivo à retomada da atividade econômica faz parte das ações empreendidas pela Fundação Renova na reparação da bacia do rio Doce e acontece por meio da diversificação econômica dos municípios, do fomento ao desenvolvimento das cadeias produtivas e do estímulo às micro e pequenas empresas.

“Agora temos pra quem vender”

Continua depois da publicidade

Foto Ademar_creditos_Ana_Paula_Alves_Souza.jpg Ana Paula Alves Souza

Na cidade de Rio Casca (MG), mais precisamente na comunidade de Rochedo, Zona Rural do município, vive Ademar Vieira Dias. Sua família e aproximadamente outras 30 que vivem nos distritos vizinhos de Córrego Preto e Leonel sempre plantaram feijão, mas tinham dificuldade de escoar a produção.
 
Essa realidade começou a mudar em 2020, com a chegada do Projeto Feijão. Iniciativa da Renova, em parceria com a Alnutri e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), ele foi criado para apoiar esses pequenos produtores a aperfeiçoar o cultivo e a qualidade dos grãos, acessando um mercado maior e ampliando a renda.

Já na primeira safra os resultados surpreenderam, atingindo o dobro da produção de 2019. Juntas, as safras de 2020 e 2021 totalizaram 686 sacas (cerca de 41 toneladas) de feijão carioca, da variedade maré. Com grãos de qualidade superior, o valor da saca também dobrou. Toda a produção foi adquirida pela parceira Alnutri por um preço 120% maior do que a média de venda anterior. 

Continua depois da publicidade

A gente plantava, mas não havia quem comprasse. Agora, trabalhamos sabendo que nosso produto tem valor e que temos a quem vender”, comemora seu Ademar, rodeado por muitos sacos de feijão que aguardam a chegada do caminhão para o escoamento de toda a produção.

As contratações de fornecedores para as ações de reparação também priorizam negócios locais, que chegam a 58% dos contratados. Até agosto de 2021, 926 contratos com empresas de localidades atingidas somavam R$ 1,11 bilhão e geraram R$ 228,5 milhões em Imposto Sobre Serviços (ISS) aos cofres dos municípios.

Além disso, são oferecidas linhas de crédito, através do Fundo Desenvolve Rio Doce. Foram mais de R$ 58,4 milhões emprestados a 1.537 micro e pequenas empresas nos dois estados, até agosto de 2021. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.