Segunda, 01 de Junho de 2020
31 99616-7463
Cidades Orçamento apertado

Falta de dinheiro para pagar escrituras preocupa contemplados com doações de lotes em Cachoeira da Prata

Para famílias beneficiadas, a Prefeitura poderia pelo menos viabilizar a possibilidade das escrituras serem lavradas com um valor mais baixo em cartório

23/05/2020 07h12 Atualizada há 1 semana
Por: Redação
Falta de dinheiro para pagar escrituras preocupa contemplados com doações de lotes em Cachoeira da Prata

Considerando a repercussão negativa do reajuste do Imposto Predial e Territorial (IPTU) em 3,37%, conforme divulgado pelo Site Mega Cidade, em plena pandemia do novo coronavírus, o prefeito de Cachoeira da Prata, Domício Maciel, divulgou nesta sexta-feira (22) que irá distribuir cobertores e concluir a entrega dos lotes a cidadãos contemplados.

Contudo os beneficiados com as doações estão desesperados com a falta de recursos para pagar escrituras que devem custar 800 reais cada. São 67 lotes a R$ 800,00 dando um total de R$ 53.600,00.

Para alguns contemplados, visto que a Prefeitura  não vai pagar as escrituras, poderia pelo menos viabilizar a possibilidade das mesmas serem lavradas com um valor mais baixo no cartório, assim como o Imposto Predial e Territorial (IPTU) que chegou com reajuste de 3,37% aos contribuintes. “Se a Prefeitura quiser pode! É um absurdo! Ninguém vive aqui de esmola não! Os lotes da Prefeitura é para serem doados mesmo. Então, as coisas tem que ser feitas com mais carinho para o povo, principalmente em plena pandemia!”, desabafa uma cidadã em um áudio divulgado nas redes sociais. 

“Aparentemente o prefeito não está levando em conta a perda de poder aquisitivo da população face a pandemia enfrentada por todos, onde a maioria dos contemplados estão vivendo  com o Auxílio Emergencial  de R$ 600,00 distribuído pelo Governo Federal”, pondera outro cidadão.

Como as famílias contempladas não dispõe do recurso de 800 reais para a lavratura das escrituras, a preocupação tornar-se ainda maior, pois o procedimento em cartório deve ser feito dentro do prazo de 30 dias. A não lavratura da escritura no prazo determinado gera a necessidade de uma nova certidão que gera custos adicionais aos selecionados, no valor aproximado de 113 reais.

VEJA ABAIXO OS PASSOS:

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.