Quinta, 06 de Agosto de 2020
31 99616-7463
Política Pandemia

Bares, restaurantes e padarias em cidades que aderiram ao ‘Minas Consciente’ voltam a ter restrições; Sete Lagoas é uma delas

Estabelecimentos não podem mais receber os clientes para consumo no local

10/07/2020 08h31
Por: Redação
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Bares restaurantes e padarias das cidades que aderiram ao programa “Minas Consciente” não podem mais receber os clientes nesses estabelecimentos para consumo no local. Este o caso de Sete Lagoas.

A informação foi dada nesta quinta-feira (9 de julho), na entrevista coletiva da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) sobre a covid-19, pelo secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio.

“A partir de agora não é mais permitido o consumo local, somente consumo via delivery e entrega no balcão, mesmo com as mesas com mais espaço não é mais permitido, não está mais previsto no protocolo”, disse.

Continua depois da publicidade

Segundo o secretário, além de ser uma orientação da SES-MG, houve um pedido massivo, por parte de prefeitos das cidades que aderiram ao programa, solicitando essa alteração.

O boletim epidemiológico divulgado nesta quinta-feira aponto um novo recorde de 90 óbitos em 24 horas no estado, alcançando o total de 1.445 mortes. Sete Lagoas tem 7 mortes contabilizadas até o momento. Chama a atenção a morte de um menino de 2 anos em Ipatinga, no Vale do Aço, a vítima mais jovem da doença em Minas. Além disso, são 66.864 casos confirmados, sendo 22.302 em acompanhamento e 43.117 curados.

Reunião tensa na Prefeitura de Sete Lagoas

Continua depois da publicidade

Nesta quinta-feira (9), ocorreu no gabinete do prefeito Duílio de Castro, uma reunião com a presença do secretário de Saúde Municipal, Dr. Flávio Pimenta, o promotor de Justiça e comerciantes.

A reunião foi tensa. O promotor atribuiu ao Executivo Municipal a responsabilidade do comércio está quase todo fechado.

Segundo informações, o secretário Dr. Flávio Pimenta disse que não fará mais leitos de UTI por não haver necessidade. Então, em seguida, o promotor falou aos proprietários de estabelecimentos que sem leitos o comércio fica fechado.

Com a Itatiaia

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.