Quinta, 06 de Agosto de 2020
31 99616-7463
Cidades Sete Lagoas

Sete Lagoas registra 25 novos casos de Covid-19 nesta quinta-feira (23)

Mais de 80% dos infectados pelo coronavírus em Sete Lagoas já estão curados

23/07/2020 16h00
Por: Redação Fonte: Da redação com ascom prefeitura
Sete Lagoas registra 25 novos casos de Covid-19 nesta quinta-feira (23)

O boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde apresenta nesta quinta-feira, 23, aumento de 3,5% nas notificações de síndrome gripal, chegando a 5.661 suspeitas desde o início do monitoramento, e aumento de 4,1% no total de casos positivos desde então, chegando a 631 confirmações, com a inclusão de 25 novos casos de Covid-19: 15 mulheres e dez homens. Entre estes casos, são nove óbitos, 95 pessoas em isolamento domiciliar, 512 curadas e 15 que estão internadas com Síndrome Respiratória Aguda Grave.

A cidade tem hoje 999 pessoas que apresentaram sintomas gripais e estão sendo monitoradas e 2.539 casos negativos, descartados por exames, desde o início da pandemia. Ao todo são 38 pacientes hospitalizados na cidade por causas respiratórias. Destes, 23 já testaram positivo para Covid, sendo 15 de Sete Lagoas, três de Paraopeba, dois de Pompéu, um de Cordisburgo, um de Capim Branco e um de Abaeté. Três já tiveram resultado negativo para Covid e outros 12 aguardam resultados de exames.

Hoje há oito pacientes internados no Hospital Municipal (cinco em UTI), 19 no Hospital Nossa Senhora das Graças (cinco em UTI), sete no Hospital da Unimed (três em UTI) e quatro na UPA 24 Horas, todos em enfermaria. Entre os 38 hospitalizados, 25 estão em leitos de enfermaria. Dos 13 leitos de UTI ocupados, nove são pacientes de Sete Lagoas, dois de Paraopeba, um de Abaeté e um de Cordisburgo. A taxa de ocupação de leitos de UTI destinados exclusivamente a pacientes com Covid na cidade é hoje de 29,5%.

Continua depois da publicidade

 

Liminar da Justiça
Uma decisão, em caráter liminar, da Justiça da Comarca que obriga Sete Lagoas a implantar 67 novos leitos de UTI no sistema público de saúde foi proferida nesta quarta-feira, 22. A ação, de autoria do Ministério Público, tem como base informações do Plano de Contingência do Governo de Minas e, no entanto, desconsiderou informações quanto às particularidades locais, tais como a recente expansão do número de leitos de UTI na cidade e, principalmente, o índice de ocupação relacionada a pacientes infectados com a Covid-19. Vale ressaltar que o MP se espelhou no Plano de Contingência do Estado, do mês de março, que previa 5.500 contaminações por dia em MG. Porém, a média, no início de julho, não atingiu nem metade desta projeção ficando em 2.100 contaminações por dia. Confira Nota de Esclarecimento da Prefeitura de Sete Lagoas em http://www.setelagoas.mg.gov.br/coronavirus.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.