Quarta, 23 de Setembro de 2020
31 99616-7463
Cidades EXTRATROPICAL

Ciclone bomba atinge estados do Sul e Sudeste hoje

Fenômeno extratropical, entretanto, não deverá ter efeitos significativos em Minas Gerais; temperatura deve subir a partir de quinta-feira; entenda

15/09/2020 10h06
Por: Redação Fonte: O Tempo
Ciclone bomba assolou o Sul do país em julho Foto: Reprodução/YouTube
Ciclone bomba assolou o Sul do país em julho Foto: Reprodução/YouTube

Um novo ciclone bomba ameça a costa Sul e Sudeste do Brasil nesta terça-feira (15), segundo o Clima Tempo e a Marinha. A previsão é que as regiões sejam atingidas por fortes rajadas de vento, que podem chegar até a 90km/h. Além disso, há a possibilidade de chuvas torrenciais e queda brusca de temperatura em algumas regiões, principalmente na faixa mais ao Sul do país. 

O fenômeno, entretanto, perderá sua força em Minas Gerais, tendo alguma relevância na Zona da Mata do Estado, só que em menor proporção, se comparado ao resto do país. É o que explica Heriberto dos Anjos, meteorologista do Clima Tempo.

"Teremos uma passagem de uma frente fria associada com um ciclone extratropical que poderemos chamar de ciclone bomba por causa da queda brusca em um período de 24 horas. Porém, esse sistema influenciará mais na costa Sul e Sudeste do Brasil. Em Minas Gerais, o efeito desse sistema será praticamente nenhuma, apenas na Zona da Mata, ou melhor, nos lugares mais próximos com a divisa do Rio que poderemos ter rajadas mais significativa, mas bem menor que poderão ocorrer no litoral", explica dos Anjos.

Continua depois da publicidade

Ainda segundo o meterologista, em Minas Gerais é remota a possibilidade de chuvas devido ao fenômeno. Segundo ele, a temperatura deverá subir ainda mais a partir de quinta-feira, principalmente em Belo Horizonte. Há a remota possibilidade de precipitações na faixa Leste do Estado.

O QUE É UM CICLONE BOMBA?

O ciclone bomba nada mais é do que um fenômeno extratropical que reúne áreas de baixa pressão atmosférica que, em geral, estão associados a frentes frias. Segundo o Clima Tempo, quando há queda de pressão de pelo menos 24hPa (hectopascais, unidade de pressão) em 24 horas, há a formação desse fenômeno. 

ESTE SERÁ IGUAL AO CICLONE BOMBA DO MEIO DO ANO?

Não. Em julho, um ciclone bomba assolou a região Sul do país, pegando parte da costa Sudeste. Este, entretanto, atuará mais para o Oceano Atlântico, o que reduz a chance de danos.

Continua depois da publicidade

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.