Segunda, 18 de Janeiro de 2021
31 99616-7463
Polícia Feminicídio

Modelo sete-lagoana é assassinada a facadas no estacionamento de um salão de beleza em Santa Catarina

Segundo a polícia, suspeito é o ex-namorado de Daiana dos Santos da Silva, de 27 anos. Ela foi morta por volta das 9h, enquanto estacionava a motocicleta para ir trabalhar.

27/11/2020 08h38
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com G1/nd+
Daiana dos Santos Silva, 27 anos, foi morta a facadas pelo ex-namorado em Blumenau – Foto: Reprodução/Instagram
Daiana dos Santos Silva, 27 anos, foi morta a facadas pelo ex-namorado em Blumenau – Foto: Reprodução/Instagram

O desrespeito pela mulher e a covardia fizeram mais uma vítima na manhã desta quinta-feira (26) em Blumenau. Daiana dos Santos Silva, 27 anos, é mais uma mulher que teve a vida arrancada pelo ex-namorado que não soube aceitar o fim de um relacionamento.

Daiana foi atacada com golpes de faca pelo ex, identificado como Neylor Eduardo de Siqueira Dias, de 33 anos, quando chegava ao salão de beleza onde trabalhava como especialista em cabelos crespos há cerca de três meses. O emprego era a realização de um sonho para a jovem, conta a proprietária do salão, Margarete Martins.

“Antes ela trabalhava em uma ótica, mas era um sonho dela trabalhar com cabelos crespos, com cachos. Ela era doce, encantadora, maravilhosa, vai fazer muita falta, todas nós adorávamos ela”, lamenta Margarete, ainda abalada com o crime que presenciou.

Continua depois da publicidade

Ataque sem piedade

Margarete viu toda a cena da agressão contra Daiana, assim como as outras funcionárias do salão. Ela conta que a cabeleireira chegou ao estabelecimento e foi guardar a motocicleta que usava no estacionamento, como fazia todos os dias.

“Eu fui fechar a janela e vi os dois. Primeiro pensei que eles estavam juntos, quando vi que ela tentava se desvencilhar dele. E aí eu vi a faca, e comecei a gritar, chamar por socorro, mas foi tudo muito rápido. Ele foi direto na jugular, sabia o que queria. A gente via a fúria do rapaz esfaqueando sem dó, completamente sem controle”, relata a empresária.

   Neylor Eduardo de Siqueira Dias, 33 anos, principal suspeito pelo feminicídio de Daiana dos Santos Silva, em Blumenau – Foto: Divulgação

Continua depois da publicidade

Após o ataque, o agressor fugiu de moto. Ele foi encontrado pela Polícia Militar pouco tempo depois, em sua casa na rua Matilde Bitencourt Bezerra, no bairro Tribess, a cerca de sete quilômetros de distância do local do crime. Segundo a PM, quando a viatura chegou ao local, o homem já teria se entregado, sem oferecer resistência.

Crime causa indignação

Além de cabeleireira, Daiana atuava como modelo. Em suas redes sociais estão publicadas uma série de fotos de trabalho, como uma vitrine de tudo o que sabia fazer. Ela também mantinha um perfil profissional em que divulgava o trabalho com os cabelos. Em uma de suas última publicações, na quarta-feira (25), informou que ainda tinha espaço na agenda para atendimentos em dezembro.

A jovem era natural de Sete Lagoas (MG) e morava em Blumenau com uma tia. A própria Margarete, dona do salão de beleza, teve a triste tarefa de informar o fato à família.

“Já conversei com a mãe e também com a tia com quem ela morava. Ela (a tia) já esteve aqui e também sei que foi na delegacia. A gente sabe que ele já foi preso e confessou, que disse que foi por ciúmes”, conta, com indignação na voz.

Margarete afirma que não quer que o assassinato de Daiana seja apenas a morte de mais uma mulher. Depois que impacto de ter presenciado um crime brutal passar, pretende capitanear uma campanha em defesa das mulheres que sofrem com a violência doméstica.

“Quero fazer uma grande campanha, trazer essa tragédia para ajudar outras mulheres. A todo momento tem uma mulher morrendo e o que nós presenciamos hoje aqui, não existem palavras para descrever essa tragédia”, finaliza.

A reportagem segue tentando localizar a defesa do suspeito e está aberta para manifestação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.