Quinta, 21 de Janeiro de 2021
31 99616-7463
Saúde Vacinação

Vacina contra a Covid-19: pelo menos 52 países começaram campanhas de imunização

Mais de 32 milhões de pessoas já foram vacinadas contra a Covid-19, sendo quase dois terços nos Estados Unidos e na China

14/01/2021 16h25
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com O Tempo
Israel está entre os países que mais imunizaram pessoas contra a Covid-19 Foto: JACK GUEZ / AFP
Israel está entre os países que mais imunizaram pessoas contra a Covid-19 Foto: JACK GUEZ / AFP

Mais de 32 milhões de pessoas já foram vacinadas contra a Covid-19 mundo afora, segundo balanço do site Our World in Data, que compila dados globais sobre a pandemia com fontes oficiais. Pelo menos 52 países já iniciaram suas campanhas de vacinação.

Estados Unidos e China lideram a corrida pela imunização. Os dois países ultrapassaram a marca de 10 milhões de doses aplicadas.

Somados a Inglaterra, Israel e Emirados Árabes Unidos, respondem por 80,82% das vacinas contra Covid-19 já aplicadas em todo o planeta. O grupo de cinco países já imunizou 26,38 milhões de pessoas.

Continua depois da publicidade

A lista de países que já começaram a vacinar inclui ainda Itália, Rússia, Espanha, Alemanha, Canadá, Polônia, França, Escócia, México, Arábia Saudita, Argentina, Turquia, Romênia, Dinamarca, Irlanda do Norte, País de Gales, Bahrein, Hungria, Suécia, República Tcheca, Portugal, Grécia, Áustria, Bélgica, Países Baixos, Irlanda, Eslováquia, Croácia, Lituânia, Eslovênia, Noruega, Finlândia, Omã, Bulgária, Estônia, Letônia, Chile, Costa Rica, Sérvia, Singapura, Chipre, Islândia, Gibraltar, Chipre, Luxemburgo, Malta e Guiné.

Vacina no Brasil

Continua depois da publicidade

O colegiado da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) analisa na manhã de domingo o pedido de registro de duas vacinas contra a Covid-19 no Brasil. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Instituto Butantan requisitaram o registro de imunizantes e podem ter autorização emergencial, passo final para o início da campanha de vacinação contra a doença no Brasil.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.