Terça, 03 de Agosto de 2021
31 99616-7463
Política Fraude eleições

Bolsonaro diz que vai comprovar que houve fraudes nas eleições de 2014 e que Aécio venceu Dilma

Presidente revelou que vai apresentar provas na próxima semana e irá entregar ao TSE

20/07/2021 11h11
Por: Redação Fonte: Radio Itatiaia
Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

Em entrevista exclusiva à Itatiaia, o presidente Jair Bolsonaro disse, nesta terça-feira (20), que vai comprovar que ocorreu fraudes nas eleições de 2014. De acordo com o chefe do executivo, o então candidato à presidência, Aécio Neves (PSDB), teria vencido Dilma Roussef (PT) no segundo turno. Na ocasião, Dilma foi eleita presidenta.

“Semana que vem quero apresentar provas de que as eleições na urna eletrônica não são seguras. Aécio Neves venceu as eleições em 2014. Ministro Barroso disse que não tem como invadir o sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas vou provar que tem. Temos um hacker preso em Minas que invadiu o TSE”, disse Bolsonaro.

Em seguida, o presidente falou que é lamentável o que Barroso está fazendo e que deseja apenas lisura nas eleições. Ele também falou como irá proceder caso não seja reeleito presidente em 2022. “Eu passo a faixa para quem ganhas as eleições. É da democracia. Mas tem que vencer nas urnas. 

Continua depois da publicidade

Pesquisas

Sobre as atuais pesquisas que mostram o possível candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à frente para 2022, Bolsonaro disse que não acredita nas pesquisas.

“Estou fazendo de tudo para evitar problemas. Lula sempre ganha no Datafolha. As pesquisas estão furadas. Tenho certeza. Datafolha disse que eu não iria para o segundo turno em 2018. Além disso, eu não confio na apuração de votos daquele ano, eu que tive muito voto, por isso fui eleito. Se fosse uma votação normal, bigode a bigode, eu teria perdido”.

Continua depois da publicidade

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.