Domingo, 24 de Outubro de 2021
31 99616-7463
Internacional Tristeza

Bebê de cinco meses morre após ser atacada por pássaro durante passeio: ‘Família dilacerada’

12/08/2021 10h31
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com BHAZ
Familiares fizeram uma campanha online para custear o funeral da criança (Reprodução/GoFundMe)
Familiares fizeram uma campanha online para custear o funeral da criança (Reprodução/GoFundMe)

Uma bebê de apenas cinco meses morreu no último domingo (8), depois de ser atacada por uma ave da espécie “pega”, na Austrália. Segundo o jornal The Sun, a pequena Mia estava passeando com os pais em um parque da cidade de Brisbane quando a ave surgiu.

Quando o animal se aproximou, a mãe se abaixou com o bebê nos braços, mas acabou tropeçando. A criança então foi atacada e sofreu diversos ferimentos na cabeça. Mia chegou a ser levada ao hospital, mas acabou falecendo em poucas horas.

Em entrevista ao jornal local Courier Mail, testemunhas elogiaram a rapidez com que pai da menina chamou por socorro. “Eu já vi acidentes antes, mas isso foi além de tudo que eu já tinha visto. É terrível ver uma família dilacerada em um instante”, disse um homem.  

Continua depois da publicidade

Em solidariedade, familiares de Simone e Jacob, pais de Mia, criaram uma campanha online para custear o funeral da bebê. “A alegria que Mia trouxe para todas as nossas vidas não pode ser descrita em palavras, mas certamente é sentida em todos os nossos corações”, disseram no site do financiamento coletivo.

Caso mobilizou a câmara municipal

Após a tragédia, muitos moradores locais relataram também ter sofrido ataques de pássaros na região. Outra mãe disse que seus filhos foram surpreendidos pelo mesmo animal e acabaram feridos no rosto, bem próximo aos olhos, apesar de estarem usando capacetes no momento do ataque. 

Na tarde de ontem (9), dois trabalhadores da Câmara Municipal de Brisbane capturaram a ave e a levaram em uma gaiola, depois de isolar o parque com placas de advertência. O prefeito da cidade, Adrian Schrinner, concedeu uma entrevista coletiva nesta terça-feira (10) e disse que o conselho está trabalhando ao lado da polícia para esclarecer o que aconteceu.

Continua depois da publicidade

“Esta situação é provavelmente impossível de prever, mas sabemos que se pudermos fazer qualquer coisa para evitar que ocorra novamente, faremos isso”, disse o gestor do município, que ainda acrescentou: “Quero que a família saiba que nossa comunidade está com eles. Não podemos nem imaginar a tragédia que estão passando no momento e a forma como estão se sentindo”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.