Segunda, 12 de Abril de 2021
31 99616-7463
Saúde Pandemia

Sem condição de atendimento, paciente de Capim Branco morre no corredor da UPA de Sete Lagoas

Entenda o caso!

03/04/2021 13h32 Atualizada há 1 semana
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com o Portal Sete
Imagem do Google
Imagem do Google

O prefeito Municipal de Capim Branco, Elvis Presley Moreira Gonçalves (Avante), juntamente com os vereadores Júnior Humberto Vicente (PSD), Edmar Pereira de Souza (MDB) e Luciano Cardoso Reis (PHS ), acompanharam dois pacientes da cidade, com o quadro avançado de Covid-19 até a UPA Dr. Juvenal Paiva, da cidade de Sete Lagoas.

Os encaminhamentos se deram devido ao HPS de Capim Branco não possuir vagas para internação e no momento, o médico daquela unidade estava acompanhando outro paciente para o Município de Para Minas/MG. Durante o trajeto de Capim Branco para Sete Lagoas, o Prefeito Elvis Presley fez contato na UPA, informando que estaria encaminhando dois pacientes de Covid-19 para o atendimento na unidade.

O Coordenador da UPA, Dr. Marcelo Rodrigues da Costa Fernandes, informou que na UPA também não havia vaga.

Continua depois da publicidade

Mesmo assim os pacientes foram entregues a UPA. Ao chegar na unidade, o Prefeito foi convidado a adentrar para ver de perto a situação dos pacientes e a indisponibilidade de vagas e lá iniciaram uma discussão. Os pacientes Shirlei Martins do Porto, 41 anos e Lúcio Pereira, 85 anos, aguardavam o atendimento médico nas ambulâncias do município, na portaria da UPA, devido à falta de vagas.

Não contente com essa situação o Prefeito e o Coordenador da equipe entraram em atrito verbal. Minutos depois, as partes se acalmaram.

Devido a situação da paciente Shirlei os médicos iniciaram os procedimentos para encaminhá-la para o HPS Municipal. Com o agravo do quadro de saúde da paciente Shirlei, que estava em estado mais crítico, foram dados os primeiros atendimentos, ainda dentro da ambulância pelo médico Dr. Lucas Diniz Tolentino, CRM/MG 74184. Como o estado da paciente passou a ficar crítico, esta foi encaminhada para o corredor da UPA, onde foram realizadas diversas manobras de ressuscitação cardíaca, contudo, a vítima não resistiu e veio a óbito.

Continua depois da publicidade

O paciente Lúcio Pereira foi avaliado pela equipe médica e estava em melhores condições, ficou na ambulância aguardando ser encaminhado para o HPS Municipal.

Leitos

Conforme último Boletim Epidemiológico de Sete Lagoas de quinta-feira, 1º de abril, a taxa de ocupação de leitos de UTI, somando-se as unidades do SUS e da rede particular era de 129%. A cidade tinha na quinta-feira, 71 pacientes de UTI e 84 em enfermaria.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.