Segunda, 12 de Abril de 2021
31 99616-7463
Saúde Imunização

Policiais que atuam no atendimento a ocorrências serão prioridade na vacinação

A reportagem teve acesso a um documento da Polícia Civil em que é informado que os nomes dos servidores que vão se vacinar deveriam ser enviados até 14h desta terça

06/04/2021 14h31
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com O Tempo
Coronavac é um dos imunizantes em uso no Brasil Foto: CARL DE SOUZA / AFP
Coronavac é um dos imunizantes em uso no Brasil Foto: CARL DE SOUZA / AFP

A vacinação para as forças de segurança deve começar nesta semana em Minas Gerais pelos profissionais que atuam no recebimento de ocorrências que envolva prisões, condução de detentos e atendimento emergencial. A informação é de um documento interno da Polícia Civil, ao qual a reportagem teve acesso. No ofício, consta que a Polícia Civil deveria encaminhar até 14h, o nome dos profissionais que serão vacinados. 

"Nesta primeira etapa serão vacinados, inicialmente, os profissionais que exercem atividades no plantão destinado ao recebimento de ocorrências que envolva prisões, condução de detentos e atendimento emergencial, respeitada a ordem decrescente de idade, no limite de doses disponibilizadas para a PCMG", informa o documento. 

Ainda no texto é ressaltado quem não deve se vacinar. "Desse modo, ficam excluídos, nesta primeira etapa, os servidores afastados do trabalho por qualquer motivo (férias-prêmio, férias regulamentares e licenças de qualquer natureza), os que estiverem em teletrabalho, os que atuam em atividades administrativas e, ainda, nos plantões patrimoniais", complementa. 

Continua depois da publicidade

Recentemente alguns servidores do governo foram vacinados contra a Covid e alguns deles, inclusive estavam em regime de teletrabalho. O caso está em investigação.  O ofício da Polícia Civil ressalta que todos os servidores que por algum motivo já tiverem sido vacinados não devem constar na lista para se vacinar.

"Assim que concluída a vacinação de todos que atuam na atividade de plantão retrocitada, os demais servidores envolvidos com as medidas de distanciamento social, convocados para o trabalho, serão atendidos nas próximas etapas, por ordem decrescente de idade, no limite de doses disponibilizadas para a PCMG", conclui o documento.

A reportagem procurou a Polícia Civil e aguarda retorno. A Secretaria de Estado de Saúde também foi procurada para repassar mais informações sobre a vacinação dos servidores da segurança e a resposta também é aguardada. 

Continua depois da publicidade

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.