Sexta, 03 de Dezembro de 2021
31 99616-7463
Saúde Coronavírus

Sete Lagoas segue sem mortes pela Covid-19 desde o dia 3 de outubro

Mais mais 13 pessoas foram contaminadas: 7 mulheres e 6 homens

21/10/2021 16h40
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com Ascom da Prefeitura de Sete Lagoas
Sete Lagoas segue sem mortes pela Covid-19 desde o dia 3 de outubro

Sem mortes confirmadas por Covid desde o dia 3 de outubro, Sete Lagoas tem hoje 23.521 contaminações com a confirmação de mais 13 casos nas últimas 24 horas: sete mulheres e seis homens, e 611 óbitos desde o início da pandemia. São 74 pessoas com síndrome gripal inespecífica sendo monitoradas, 26 delas em isolamento domiciliar, e 7.474 que já tiveram esse acompanhamento concluído. Um paciente da cidade com resultado positivo segue internado, 49.496 testes deram resultado negativo até o momento e 22.883 pessoas estão recuperadas.

Hospitalizados
São três pacientes em UTI e um em enfermaria. Entre os internados em UTI, dois são de Sete Lagoas e um é de Abaeté. Dos quatro internados hoje, dois tiveram resultado positivo para Covid e dois aguardam resultados de exames. No Hospital Nossa Senhora das Graças são dois internados, um deles em UTI. No Hospital Municipal há apenas uma internação, em UTI. Na Unimed há um internado, também em UTI. Não há pacientes internados na UPA. A taxa de ocupação de leitos UTI Covid, tanto SUS quanto particular, voltou a subir e está hoje em 13,6%, enquanto apenas leitos do SUS subiu para 9,5%.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, a taxa de incidência de Covid a cada mil habitantes em Sete Lagoas segue em queda: de 0,17 pacientes de 3 a 9 de outubro para 0,13 entre os dias 10 e 16 de outubro. Enquanto o município teve 42 contaminações na 40ª semana epidemiológica do ano, esse número caiu para 32 casos na 41ª semana. Na análise mensal, os óbitos também seguem forte tendência de queda. Enquanto junho registrou 52 óbitos por Covid, julho teve 24, agosto teve 16, setembro apenas três óbitos e outubro segue com um único óbito, registrado no dia 2 (incluído no boletim do dia 3). No geral, a taxa de letalidade da doença no município, desde o início da pandemia, é de 2,6 a cada 100 contaminados.

Continua depois da publicidade

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.