Quarta, 19 de Janeiro de 2022
31 99616-7463
Educação Quadras de Esportes

Governo de Minas irá construir quadras poliesportivas em escolas de mais de 100 municípios

Serão investidos R$ 100 milhões nesta 6ª etapa do Mãos à Obra na Escola, programa da Secretaria de Estado de Educação

03/12/2021 16h46
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com a Ascom do Governo de Minas
Divulgação / SEE
Divulgação / SEE

Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), dará início à 6ª etapa do programa Mãos à Obra na Escola, com a construção de quadras poliesportivas em 125 unidades de ensino da rede estadual e investimento de R$ 100 milhões. A iniciativa faz parte de um conjunto de ações adotadas nos últimos três anos para recuperar a infraestrutura das escolas do estado, garantindo mais conforto e segurança no espaço escolar. 

O Mãos à Obra na Escola foi lançado em 2019 e já destinou R$ 361 milhões a 1.328 unidades de todas as regiões do estado, para a realização de mais de 2 mil obras. Com essa nova etapa do programa, o investimento total chegará a R$ 461 milhões. É o maior montante feito por uma gestão do Estado em infraestrutura de escolas. 

“Este é o segundo anúncio deste ano, o que nos traz muita alegria. Aqueles que caminham pelas escolas, que conhecem as escolas, podem ver que a rede estadual de educação não é mais a mesma. Deixamos para trás um passado dramático em termos de infraestrutura, e estamos com esse grande esforço. Há situações específicas que a gente vem correndo muito para solucionar, mas temos muita segurança de que esta administração fez um processo muito intenso de transformação em relação à infraestrutura das escolas”, afirma a secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna.

Continua depois da publicidade

Ela explica que, durante o planejamento realizado na fase anterior à liberação dos recursos em cada etapa, é feita uma averiguação de quais unidades de ensino precisam com mais urgência das melhorias, criando um diagnóstico de infraestrutura da rede. Essa estratégia permitiu que fosse feita uma escala das intervenções, observando critérios técnicos, começando pelas mais necessitadas até alcançar as com menos urgências, quando comparadas com as outras.

Investimentos

As escolas contempladas pelo Mãos à Obra são escolhidas por critérios técnicos de ponderação de urgência e criticidade. São instalações que necessitam de obras emergenciais, como construção de muros, reforma de telhados, banheiros, cozinha, refeitórios, rede elétrica, reforço estrutural de salas de aula, substituição de portas e reforma geral de instalações. A primeira etapa do programa foi anunciada em maio de 2019, com a liberação de R$ 21 milhões para intervenções em 131 escolas, de 92 municípios.

Continua depois da publicidade

Já a segunda etapa foi anunciada em setembro de 2019, com investimentos de R$ 28,3 milhões na revitalização e na reforma de 208 escolas públicas estaduais, localizadas em 137 municípios de todas as regiões do estado. A 3º fase da iniciativa, em dezembro de 2019, destinou mais de R$ 76,5 milhões, beneficiando 481 escolas, em 241 municípios.

Em novembro do ano passado, a 4ª etapa do programa foi anunciada, somando mais R$ 111 milhões investidos na melhoria dos prédios escolares. Na 5º etapa do programa foram mais de R$ 125 milhões, aplicados em obras em 350 escolas, em todas as regiões de Minas.

Neste ano, o investimento da Secretaria de Estado de Educação alcançou R$ 2,3 bilhões. Além das obras de recuperação da infraestrutura das escolas, os recursos foram destinados a ações de fortalecimento  pedagógico, aumento de repasses para a merenda, renovação de equipamentos tecnológicos e aquisição de mobiliários.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.