Segunda, 15 de Abril de 2024
25°

Tempo nublado

Sete Lagoas, MG

Cidades Estupro

Ginecologista condenado a 277 anos por estupro tem registro cassado

30/03/2024 às 10h37 Atualizada em 30/03/2024 às 10h52
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com Por Dentro de Tudo
Compartilhe:
Ginecologista condenado a 277 anos por estupro tem registro cassado

O Conselho Federal de Medicina (CFM) confirmou a cassação de registro do ginecologista Nicodemos Júnior Estanislau Morais, de 42 anos, condenado a 277 anos de prisão por estuprar 21 mulheres, nas cidades de Anápolis e Abadiânia, Entorno do DF. A decisão foi unânime.

O Conselho Regional de Medicina de Goiás (CRM-GO) tinha cassado o registro do profissional. Ao analisar o recurso, o Tribunal Superior de Ética Médica do CFM negou a tentativa apresentada pela defesa de Nicodemos.

“Por unanimidade, foi confirmada a sua culpabilidade e mantida a decisão do Conselho de origem”, afirmou CFM, em publicação no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira (28/3).

Em 2023, a  2ª Vara Criminal da comarca de Anápolis (GO) condenou Nicodemos a 277 anos, dois meses e 19 dias de reclusão, em regime fechado, pelos crimes de estupro de vulnerável, violação sexual mediante fraude e assédio sexual.

Indenização

Em um dos processos julgados pela juíza titular da 2ª Vara Criminal, Lígia Nunes de Paula, Nicodemos foi condenado a 163 anos de prisão pelo crime contra 12 vítimas e, no outro, envolvendo 9 mulheres, a 114 anos. O médico ainda deverá pagar R$ 100 mil de indenização por danos morais para cada vítima. As sentenças são do dia 7 de junho.

Ao fundamentar sua decisão, a magistrada apresentou dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que revelam que, apenas em 2022, na justiça estadual brasileira de primeiro grau, surgiram 25.875 novos processos criminais em que se apuram delitos contra a dignidade sexual, sendo que, destes, apenas na justiça estadual goiana de primeiro grau foram judicializados 1.492.

Testemunhas

De acordo com a sentença, em juízo, as testemunhas técnicas disseram a importância de indagar a paciente sobre as queixas. O acusado, por sua vez, revelou que criou uma “técnica de anamnese mais completa”, em que perguntava e examinava as pacientes em maiores detalhes. Para a magistrada, contudo, o que pode parecer em princípio um zelo se revela uma maneira de mascarar o intuito lascivo travestido de técnica médica.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sete Lagoas, MG Atualizado às 12h08 - Fonte: ClimaTempo
25°
Tempo nublado

Mín. 17° Máx. 25°

Ter 26°C 15°C
Qua 28°C 17°C
Qui 26°C 18°C
Sex 23°C 17°C
Sáb 25°C 16°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes