Segunda, 17 de Maio de 2021
31 99616-7463
Saúde 3ª onda da covid

Infectologista e professor da UFMG acredita que 3ª onda da covid-19 pode ter início no Brasil em 30 dias

Outono/inverno também é uma preocupação, já que neste período ocorre a intensificação da circulação de outros vírus no país

29/04/2021 17h02
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com Itatiaia
Foto: Adão de Souza/PBH
Foto: Adão de Souza/PBH

O infectologista Unaí Tupinambás, que faz parte do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de Belo Horizonte e é professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), acredita que o Brasil pode ter uma 3ª onda da doença nos meses de junho e julho, podendo ser ainda pior que a 2ª onda registrada em março e abril.
 
“Essa flexibilização em várias capitais do Brasil nos preocupa porque temos essas variantes mais agressivas e mais transmissíveis, que vão estar circulando. A vacinação lenta também nos preocupa. Temos o outono/inverno que favorece a aglomeração e também pode impactar com infecção de outros vírus, como, por exemplo, o respiratório essencial. Nesse período de outono/inverno (o vírus) pode ser bem tenso ainda”, avalia.  

O especialista acredita que o país pode entrar em mais uma onda da doença em 30 dias: “Talvez a gente tenha uma 3ª onda no Brasil. A gente acredita que o país chegue ao final de julho com 500 mil mortes provocadas pela doença. Isso é uma catástrofe”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.