Sábado, 10 de Dezembro de 2022
19°

Poucas nuvens

Sete Lagoas - MG

Brasil Fome

Brasil com fome: Apenas 4 de cada 10 brasileiros se alimentam de forma regular

Em 2022, são 33,1 milhões de pessoas sem ter o que comer; 58,7% da população brasileira convive com a insegurança alimentar em algum grau

08/06/2022 às 13h39
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com O Tempo
Compartilhe:
Pesquisa mostra que 6 a cada 10 brasileiros convivem com algum grau de insegurança alimentar — Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa
Pesquisa mostra que 6 a cada 10 brasileiros convivem com algum grau de insegurança alimentar — Foto: Pixabay/Imagem ilustrativa

Conviver com a fome se tornou parte do dia a dia de milhares de brasileiros que não têm acesso à alimentação adequada. De acordo com o 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, divulgado nesta quarta-feira (8) pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede PENSSAN), 6 a cada 10 brasileiros convivem com algum grau de insegurança alimentar. 

O levantamento mostrou que são 125,2 milhões de pessoas nesta situação, o que representa um aumento de 7,2% desde 2020 e de 60% na comparação com 2018. Já o número total de pessoas que não tem o que comer, em 2022, chega a 33,1 milhões. 

Os dados são preocupantes e revelam ainda que apenas 4 em cada 10 domicílios conseguem manter acesso pleno à alimentação. Os outros 6 lares se dividem numa escala, que vai dos que permanecem preocupados com a possibilidade de não ter alimentos no futuro até os que já passam fome.

A edição recente da pesquisa apontou que mais da metade (58,7%) da população brasileira convive com a fome em algum nível. O que significa que apenas 41% da população se alimenta em quantidade e qualidade adequados. 

Continua depois da publicidade

Segundo o estudo, a segurança alimentar pode ser definida como a situação em que há acesso pleno e estável a alimentos qualificados e em quantidade necessária. Já a insegurança é dividida em três categorias: leve (quando o temor de faltar comida leva a família a restringir a qualidade dos alimentos), moderada (sem qualidade, há alimentos em quantidade insuficiente para todos) e grave (quando ninguém acessa alimentos em quantidade suficiente e se passa fome).

“Já não fazem mais parte da realidade brasileira aquelas políticas públicas de combate à pobreza e à miséria que, entre 2004 e 2013, reduziram a fome a apenas 4,2% dos lares brasileiros. As medidas tomadas pelo governo para contenção da fome hoje são isoladas e insuficientes, diante de um cenário de alta da inflação, sobretudo dos alimentos, do desemprego e da queda de renda da população, com maior intensidade nos segmentos mais vulnerabilizados”, avalia Renato Maluf, coordenador da Rede PENSSAN.

Detalhes da fome

A fome é mais presente: 

  • Na região Norte e Nordeste: os números chegam, respectivamente, a 71,6% e 68% – são índices expressivamente maiores do que a média nacional de 58,7%.
  • No campo: Nas áreas rurais, a insegurança alimentar (em todos os níveis) esteve presente em mais de 60% dos domicílios.
  • Nas casas de pessoas negras: Cerca de 65% dos lares comandados por pessoas pretas ou pardas convivem com restrição de alimentos em qualquer nível.
  • Nos lares chefiados por mulheres: Nas casas em que a mulher é a pessoa de referência, a fome passou de 11,2% para 19,3%.
  • Em famílias de baixa renda: Em 67% dos domicílios com renda maior que um salário mínimo por pessoa, o acesso a alimentos é pleno e garantido.
  • Em domicílios com responsáveis sem escolaridade: Há fome em 22,3% dos domicílios com responsáveis com baixa escolaridade. 

A pesquisa

As estatísticas foram coletadas entre novembro de 2021 e abril de 2022, a partir da realização de entrevistas em 12.745 domicílios, em áreas urbanas e rurais de 577 municípios, distribuídos nos 26 estados e no Distrito Federal.

A Segurança Alimentar e a Insegurança Alimentar foram medidas, mais uma vez, pela Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (Ebia), que também é utilizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sete Lagoas - MG Atualizado às 02h50 - Fonte: ClimaTempo
19°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 31°

Dom 32°C 19°C
Seg 30°C 20°C
Ter 28°C 20°C
Qua 26°C 19°C
Qui 25°C 21°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio