Terça, 26 de Maio de 2020
31 99616-7463
Polícia Vídeos íntimos

Homem é preso suspeito de chantagear mulheres com divulgação de imagens íntimas das vítimas

19/05/2020 16h14
Por: Redação Fonte: Estado de Minas
Foto: PCMG/Divulgação
Foto: PCMG/Divulgação
Um homem de 26 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) pelo crime de extorsão nessa segunda-feira (18). A prisão foi feita no Bairro Belvedere, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, no momento em que a vítima iria entregar uma quantia em dinheiro para que vídeos íntimos não fossem publicados.
 
De acordo com o chefe do 1º Departamento de Polícia Civil em BH, delegado-geral Wagner Sales, o homem utilizava as redes sociais para captar as vítimas. “O suspeito, que tem formação acadêmica, situação financeira estável e um bom emprego, se apresentava em sites de relacionamento como um sugar dady: homem maduro, rico e bem-sucedido, que se relaciona com mulheres jovens e atraentes patrocinando um estilo de vida luxuoso”, explicou.
 
Após atrair as vítimas, ele pedia a elas que viajassem para outro estado onde mantinha relações sexuais em troca de dinheiro. As relações eram gravadas por ele, que simulava agendamentos de pagamentos na conta corrente das vítimas e, quando elas voltavam ao seu estado de origem, percebiam que o pagamento não havia acontecido.
 
A partir desse momento, segundo o delegado Vinícius Dias, que coordenou as investigações, o suspeito passava a extorquir as vítimas. “De posse dos vídeos, o suspeito passava a exigir valores entre R$ 5 mil e R$ 10 mil, e até mesmo novos vídeos íntimos da mesma, para não divulgar as imagens em redes sociais e para familiares das mulheres.”

O suspeito foi preso em flagrante e os R$ 3 mil pagos pela vítima foram apreendidos. De acordo com a Polícia Civil, as investigações continuam, já que existe a informação de que o homem teria feito outras vítimas na Região Centro-Sul da capital.
 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.