Domingo, 26 de Junho de 2022
11°

Poucas nuvens

Sete Lagoas - MG

Cidades Fome

‘Domingo não tinha nada pra comer’: Mulher chora ao vivo por falta de comida em casa e cena comove

O relato de Janete, moradora do Rio de Janeiro, arrancou lágrimas de telespectadores e da própria repórter que a entrevistava

22/06/2022 às 11h44 Atualizada em 22/06/2022 às 11h45
Por: Redação Fonte: Mega Cidade com BHAZ
Compartilhe:
O relato de Janete, moradora do Rio de Janeiro, arrancou lágrimas de telespectadores e da própria repórter que a entrevistava (Reprodução/TV Globo RJ)
O relato de Janete, moradora do Rio de Janeiro, arrancou lágrimas de telespectadores e da própria repórter que a entrevistava (Reprodução/TV Globo RJ)

O relato de uma moradora do Rio de Janeiro que vive em situação de insegurança alimentar arrancou lágrimas dos telespectadores do jornal RJ1, da TV Globo, e repercutiu nas redes sociais nesta terça-feira (21). Enquanto era entrevistada pela repórter Lívia Torres na fila do Prato Feito Carioca – programa municipal que leva comida a pessoas em vulnerabilidade – Janete Evaristo, 57, se emociona ao narrar a luta diária para alimentar a família.

“Domingo a gente não tinha nada para comer. Eu estou desempregada, está muito difícil. Eu estou catando latinha, mas não dá. Eu não tenho ajuda de muita gente, então domingo a gente não tinha mesmo nada. Está muito difícil”, disse ela, enxugando o rosto.

A mulher estava acompanhada do neto e também contou, com tristeza, ter perdido uma filha e o marido recentemente. Emocionada, a repórter se desculpou por ter abordado o assunto e, ao público, reforçou a importância de programas de assistência à população carente.

“Não esperava que isso acontecesse aqui. É gente que tá passando fome, gente que tá necessitando de comida e projetos como esse da prefeitura são muito importantes para que essas pessoas possam comer. A gente tá em 2022 e as pessoas precisam e têm o direito de comer”, declarou, encerrando sua participação.

Continua depois da publicidade

‘Soco no estômago’

A triste cena viralizou nas redes sociais e o nome de Janete foi parar nos assustos mais comentados do Twitter. A reportagem acendeu um alerta sobre o crescente número de pessoas em situação de insegurança alimentar no país.

Estudo publicado no início do mês pela Pensann (Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional) revela que, atualmente, mais de 33 milhões de pessoas passam fome no Brasil. O número é referente a população que enfrenta “insegurança alimentar grave”, de acordo com a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar.

No Twitter, a repórter Lívia Torres disse que várias pessoas tem a procurado na tentativa de ajudar Janete e a família dela. “Dona Janete foi um soco no meu estômago. Dói saber quanta gente tá na mesma situação, sem dignidade. Ela não tem dinheiro pra comer e também não tem um celular. Aos que pediram contato, estamos tentando falar com a neta, que (ainda bem!) tá na escola. Lindo ver tanta gente solidária!”, escreveu a repórter.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sete Lagoas - MG Atualizado às 07h23 - Fonte: ClimaTempo
11°
Poucas nuvens

Mín. 12° Máx. 26°

Seg 25°C 11°C
Ter 26°C 10°C
Qua 27°C 11°C
Qui 28°C 13°C
Sex 24°C 11°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio